Pesquisar
Close this search box.
Computação em nuvem na área da saúde está gerando uma mudança positiva de várias maneiras. Saiba como ela tem importante.

Computação em nuvem na área da saúde: Benefícios e Soluções

Computação em nuvem na área da saúde: Benefícios e Soluções

De acordo com a Global Markets Insights Inc., a Computação em nuvem na área da saúde valerá US$ 55 bilhões até 2025.

Considerando a escalabilidade e o armazenamento como expectativas antigas, as organizações de saúde de hoje estão cada vez mais recorrendo à tecnologia em nuvem por seus recursos impressionantes, como colaboração, acessibilidade, eficiência e segurança, para citar alguns. 

De fato, os benefícios da computação em nuvem na área da saúde aumentaram, pois ela está alinhada com as regras de conformidade do segmento, a exemplo da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), além de fornecer atendimento personalizado e remoto ao paciente.

Basicamente, Cloud Computing é uma entrega sob demanda de recursos de computação, como armazenamento de dados, servidores, bancos de dados, recursos de rede, aplicativos, pela Internet por um provedor de serviços. 

Isso significa que, em vez de ter que investir no equipamento local, treinar pessoal especial e depois lidar com a manutenção, as organizações deixam para os provedores de nuvem cuidar disso.   

Computação em nuvem na área da saúde é considerada o motor da transformação digital

O que torna a nuvem especialmente atraente hoje, é sua segurança. Comparado com a infraestrutura local, a cloud é considerada uma opção mais segura.

De acordo com relatório feito pela McAfee, 52% das organizações têm melhor segurança na nuvem do que em ambientes de TI locais. Enquanto o Gartner prevê que, no caso de um problema de segurança, 95% deles será culpa do cliente. Desta forma, tornando-a  também a escolha mais segura.

Com tudo o que a nuvem tem a oferecer, não é surpresa que ela esteja na vanguarda da transformação digital. E a pandemia global de Covid acelerou ainda mais a demanda dos clientes por serviços em Cloud Computing.   

No final de 2019, muitos especialistas em tecnologia já apostavam na nuvem para liderar as tendências tecnológicas no ano seguinte. Mas ninguém poderia prever naquela época o quão impactante isso se tornaria em 2020.   

Como em muitos outros segmentos de mercado, a aplicação da computação em nuvem na área da saúde está gerando uma mudança positiva de várias maneiras.

Seja para reduzir custos e poder se concentrar em atividades de missão crítica, optando por infraestrutura fora do local ou para aproveitar serviços altamente flexíveis e personalizáveis, aproveitando os recursos de armazenamento e Cloud Computing.

A aplicação da computação em nuvem pode ajudar a otimizar hospitais e outras instituições de saúde, melhorando a coordenação do atendimento ao paciente. Mas este é apenas um dos muitos benefícios da integração de serviços em nuvem no setor de saúde.

1. Colaboração em nuvem

O compartilhamento facilita a colaboração. Com a computação em nuvem, o processo de compartilhamento de dados tornou-se muito mais fácil e simples.

Como as informações de saúde devem permanecer confidenciais, com a nuvem, os dados podem ser compartilhados com segurança entre todas as partes interessadas relevantes da saúde, como médicos, enfermeiros e prestadores de cuidados, também em tempo real.

Além de compartilhar, eles também podem acessar remotamente relatórios e registros médicos a qualquer hora, em qualquer lugar.

Cloud Computing também facilitou o atendimento remoto, atualizações rápidas sobre os desenvolvimentos de saúde e as condições dos pacientes, o que o torna um companheiro perfeito para profissionais de saúde.

2. Segurança e proteção de dados com Cloud Computing

Os dados de saúde precisam permanecer confidenciais. As informações abundantes mantidas por esse domínio o tornam um ponto principal de atração para os cibercriminosos, resultando em violações de segurança e dados. 

A infraestrutura em nuvem garante a segurança, pois possui ferramentas de segurança específicas que podem informá-lo sobre tentativas suspeitas.

Além disso, como a nuvem atua como um repositório de dados, provedores de serviços de cloud são extremamente cautelosos em cumprir os padrões de privacidade como HIPAA e LGPD.

Esses provedores de serviços recorrem a diferentes mecanismos de proteção, como firewall, criptografia, etc., o que o torna a opção mais segura e confiável para necessidades relacionadas a dados de saúde.

3. Custo

A nuvem pode conter uma enorme quantidade de informações a um custo mínimo. A computação em nuvem funciona no modelo de pagamento conforme o uso e assinatura, o que indica que você só precisa pagar pelos serviços que está usando.

Ao deslocar os orçamentos de TI de Capex para Opex, a tecnologia em Cloud Computing pode reduzir bastante os custos de infraestrutura interna e outros custos operacionais. Em última análise, torna ainda possível que hospitais menores com um orçamento apertado adotem um modelo baseado em nuvem.

4. Velocidade

A velocidade é um critério importante antes de tomar decisões sobre a seleção de qualquer tecnologia. As ferramentas baseadas em Cloud Computing podem atualizar e atualizar seus recursos em um ritmo louvável com intervenção mínima, e você também pode obter atualizações em tempo real de todas as informações relevantes.

Os benefícios da computação em nuvem na área da saúde incluem velocidade incomparável e acesso mais rápido às informações, o que pode superar os obstáculos que as partes interessadas do setor e os pacientes estão encontrando. A tecnologia da nuvem também modificou o escopo da pesquisa clínica, facilitando o gerenciamento de ensaios clínicos e o compartilhamento de conhecimento.

5. Escalabilidade e Flexibilidade

As organizações de saúde operam em um ambiente dinâmico. A nuvem facilita as tecnologias usadas na área da saúde, como registros médicos eletrônicos, aplicativos móveis, portais de pacientes, dispositivos com IoT, análise de big data. Ela fornece escalabilidade e flexibilidade sem complicações, o que, por sua vez, melhora o processo de tomada de decisão final.

Juntamente com a disponibilidade 24 horas por dia, 7 dias por semana, os provedores de assistência médica precisam dimensionar drasticamente os requisitos de armazenamento de dados e rede de acordo com as demandas de serviço. 

A tecnologia em nuvem pode aumentar ou diminuir essas necessidades de armazenamento conforme a necessidade dos profissionais de saúde.

A computação em nuvem ainda tem um longo caminho a percorrer no setor de saúde. Sua combinação com tecnologias inovadoras, como análise de Big Data, inteligência artificial e internet de coisas médicas, melhora a eficiência e abre vários caminhos para simplificar a prestação de serviços de saúde.

Aumenta a disponibilidade de recursos, a interoperabilidade e reduz os custos. Com tantos benefícios não há razão para não seguir o caminho da Cloud Computing.

Sobre a Eval

Com uma trajetória de liderança e inovação que remonta a 2004, a Eval não apenas acompanha as tendências tecnológicas, mas também estamos em uma busca incessante para trazer novidades oferecendo soluções e serviços que fazem a diferença na vida das pessoas.

Com valor reconhecido pelo mercado, as soluções e serviços da EVAL atendem aos mais altos padrões regulatórios das organizações públicas e privadas, tais como o SBIS, ITI, PCI DSS, e a LGPD. Na prática, promovemos a segurança da informação e o compliance, o aumento da eficiência operacional das empresas, além da redução de custos.

Inove agora, lidere sempre: conheça as soluções e serviços da Eval e leve sua empresa para o próximo nível.

Eval, segurança é valor.

Sobre o(s) autor(es):

Autor

Outras postagens