Categorias
Bots Proteção de dados

Apropriação de Conta: como eliminar esse ataque?

A Imperva impediu milhões de Bots de sequestrarem contas financeiras em um dos maiores Ataques de Apropriação de Contas já registrado.

A partir disso, considere por um momento que um exército de bots está mirando o seu site. Eles miram sua página de login e a atacam com milhões de solicitações em um ataque contínuo que dura dias.

Consequentemente, seus custos de infraestrutura e prevenção de fraudes são elevados. Isso te assustaria? E, se esses bots estivessem causando problemas em todo o seu negócio?

Além disso, você não tivesse ferramentas para bloqueá-los de forma efetiva? Esse é o pesadelo dos profissionais de segurança em todos os lugares. 

Ataques de Apropriação de Contas por bots maliciosos são uma ameaça real ao seu site. Pois, podem testar credenciais adquiridas de forma ilícita na tentativa de assumir as contas dos usuários.

Essa prática é conhecida como Credential Stuffing. Se essas tentativas forem bem-sucedidas, eles podem infligir sérios prejuízos ao seu negócio e à imagem da sua marca.  

Assim, trouxemos um case da Imperva sobre Ataques de Apropriação de Conta. Um pesadelo que aconteceu com uma empresa de serviços financeiros.

Continue lendo para saber mais. 

Ataque de Apropriação de Conta: Case

 A Imperva detectou e mitigou recentemente o maior e mais duradouro Ataque de Apropriação de Conta (ATO) que já registrou. Nesse ataque, o ponto de entrada de login foi um provedor de serviços bancários digitais.

Isso resultou em mais de 500 milhões de solicitações de login maliciosos ao longo de três semanas, atingindo o pico de mais de 25 milhões de solicitações de login maliciosos por dia! 

A linha do tempo dos eventos do Ataque de Apropriação de Conta

A campanha começou em 8 de julho, quando os atacantes fizeram sua primeira tentativa de explorar o site, indicada pelo pico curto, colorido em amarelo na imagem abaixo.

Grafico com cores azul e amarelo indicando ataque de Apropriação de Conta e mitigação dos seus riscos.
Ataque de Apropriação de Contas em um empresa do setor financeiro.

Esta tentativa foi um teste para avaliar o alvo e determinar se ele estava suficientemente protegido ou não. Como não houve nenhuma tentativa de mitigar esse Ataque de Apropriação de Contas, no dia 10 de julho houve um ataque massivo. 

Como sei com certeza que isso é um ataque? 

A Imperva é capaz de determinar com precisão se as solicitações à página de login têm as características de uma tentativa de Ataque de Apropriação de Conta.

No entanto, ela faz isso através de um processo multicamadas que inclui análise de reputação alavancando dados obtidos de maneira colaborativa. Ou seja, um mecanismo avançado de classificação de cliente e algoritmos proprietários desenvolvidos pela Imperva que incluem modelos de análise comportamental.

Portanto, a abordagem de plataforma da Imperva nos permite coletar dados de ataques que estamos vendo em nossa rede global de clientes. Além,  de usá-los para ajustar nossos algoritmos, para que todos os clientes se beneficiem disso. 

Não posso me dar ao luxo de bloquear tráfego legítimo.

Semelhante à resposta anterior – a Imperva consegue determinar se as interações com um site têm as características de uma tentativa de Apropriação de Conta. De maneira precisa, o que significa que nenhum dos seus usuários legítimos serão bloqueados.

Além disso, a proteção contra Apropriação de Conta é ajustada para ter sucesso logo após a instalação, garantindo que seu tráfego crítico para o negócio não será afetado de forma alguma.

A inspeção atrapalhará na rotina dos meus clientes?

Não, nossa abordagem de detecção multicamadas fornece detecção focada com mínimos falsos positivos, reduzindo a necessidade de usar desafios de CAPTCHA e preservando a experiência do usuário.

Haverá algum atraso adicional?

Não, a Proteção contra Apropriação de Conta é implantada em toda a rede global da Imperva, aproveitando nossa robusta Rede de Entrega de Conteúdo (CDN). Assim, a empresa consegue entregar o melhor em velocidade, desempenho e resistência.

Ademais, combinado com a detecção avançada do ATO, garante que os logins maliciosos sejam mitigados imediatamente onde se originam, muito antes de terem a chance de alcançar sua infraestrutura.

Mitigando o ataque

Durante o ataque, a equipe de contas da Imperva trabalhou em estreita colaboração com o cliente para aliviar quaisquer preocupações. Periodicamente, eles ativaram a mitigação de Apropriação de Conta para testar como isso afetava o site.

Indicados pelos picos azuis no meio do tráfego de ataque amarelo (Na imagem anterior). Depois que a equipe de contas abordou suas preocupações, o cliente configurou totalmente a mitigação de ATO.

Assim, uma vez totalmente habilitada, a Proteção contra Ataque de Apropriação de Conta entrou em ação imediatamente. E bloqueou o tráfego de ataque, que pode ser visto mudando de amarelo para azul no gráfico da imagem anterior.

Enquanto isso,  os usuários legítimos continuaram fazendo login em suas contas sem interrupção.

Sobre a solução da Imperva 

Com a Imperva, você pode minimizar Ataques de Apropriação de Conta e evitar fraudes. A solução de proteção da Imperva traz segurança para o processo de login, sem interferir no tráfego de usuários autênticos ou causar atrasos.

Esta característica identifica interações suspeitas no seu site, barrando potenciais ataques de tomada de contas antes que possam ameaçar sua infraestrutura.

Além disso, permite a análise e detecção de atividades fraudulentas, com um enfoque especial no processo de login. Ademais, seus painéis intuitivos trazem visibilidade e insights úteis sobre tentativas de ataques, vazamentos de credenciais de usuários, contas comprometidas e logins bem-sucedidos.

Dessa maneira, a ferramenta consegue identificar comportamentos incomuns que possam indicar fraudes em andamento.  

Essa Proteção contra Ataques de Apropriação de Conta é um dos recursos do líder de mercado da Imperva, a Proteção de Aplicações Web & API (WAAP). 

Comece hoje a proteger sua Segurança de Aplicativos e proteja suas páginas de login.

CLIQUE AQUI e fale com Especialista.

 

Categorias
Proteção de dados

Ataques cibernéticos em sua empresa: o papel crucial dos CISOs

Atualmente, cibersegurança e a proteção através do tratamento de dados pessoais são assuntos cada vez mais estratégicos e a proteção contra ataque cibernéticos em sua empresa devem ser o foco, em especial para CISOs. 

Ciberataques estão se tornando frequentes e, na prática, podem prejudicar seriamente a reputação da empresa ou causar prejuízos financeiros.

O estudo global “Soluções de cibersegurança para um mundo com mais riscos” realizado pela Thought Lab e co-patrocinado pela Elastic, constatou que o Brasil foi o país cujas empresas sofreram o maior número de incidentes de segurança, com danos associados, nos últimos dois anos.

E não são apenas as grandes empresas que estão em risco. As pequenas empresas são igualmente vulneráveis e podem ser ainda mais suscetíveis a ataques porque não possuem os mesmos recursos para investir em medidas de segurança.

Então, o que você pode fazer para proteger seu negócio? Aqui estão quatro áreas-chave que os CISOs das empresas brasileiras devem se concentrar.

CISOs são estratégicos contra os ataques cibernéticos em sua empresa

Os CISOs são responsáveis pela segurança das informações de uma organização. No passado, seu papel era principalmente reativo, focado em responder a ataques depois que eles já haviam ocorrido.

No entanto, à medida que a conscientização sobre a importância da segurança de dados cresceu, o papel dos CISOs tornou-se fundamental.

Hoje, frente ao desafio contra os ataques cibernéticos em sua empresa os, CISOs são responsáveis por desenvolver e implementar planos de segurança que protegem proativamente contra ameaças.

Eles trabalham em estreita colaboração com outros líderes executivos para garantir que a segurança dos dados seja integrada em todos os aspectos do negócio.

Como resultado, os CISOs desempenham um papel fundamental na proteção do ativo mais valioso de uma organização: seus dados.

Prioridades para os CISOs protegerem contra os ataques cibernéticos em sua empresa

1. Adotar SIEM de última geração

Qualquer negócio que dependa da tecnologia para se manter competitivo precisa adotar uma solução SIEM de última geração. Essa é a única maneira de acompanhar o cenário em mudança das ameaças cibernéticas.

A maneira mais comum de invasores obterem acesso a redes corporativas é por meio de credenciais de usuário comprometidas.

No Brasil, 35% das organizações querem melhorar ou substituir seu SIEM, de acordo com a pesquisa feita pela Thought Lab. O levantamento aponta que o SIEM será uma das principais áreas de investimento em cibersegurança nos próximos anos.

Associados a política de segurança, com uma solução SIEM de última geração, as empresas podem detectar e impedir ataques que exploram vulnerabilidades em software ou dispositivos. Eles também podem monitorar a atividade dos funcionários para evitar violações de dados.

Além disso, as soluções SIEM podem fornecer informações valiosas sobre o desempenho da rede e ajudar as empresas a cumprir as regulamentações.

2. Planejar a transição para nuvem priorizando a segurança

A nuvem oferece um conjunto de vantagens para as organizações, como agilidade, economia e flexibilidade. No entanto, a migração de sistemas para a nuvem também pode trazer riscos à segurança.

E, portanto, um ponto importante a ser considerado nas iniciativas contra os ataques cibernéticos em sua empresa, junto com iniciativas de política de privacidade e segurança

Ainda de acordo com estudo feito pela Thought Lab as principais causas raiz dos ataques cibernéticos em sua empresa são:

  • Configurações errôneas (57%);
  • Manutenção deficiente (37%);
  • Erros humanos (35%) ;
  • Ativos desconhecidos (27%).

Riscos claros em um contexto no qual as empresas adotam soluções e serviços de nuvens visando o crescimento do negócio.

Por isso, é fundamental que CISOs planejem a transição para a nuvem com cuidado, priorizando a segurança dos dados. Uma das maneiras de garantir a proteção de dados é utilizar os serviços de uma empresa de infraestrutura confiável.

Com um plano bem elaborado e executado, as empresas podem ter tranquilidade para aproveitar todas as vantagens da nuvem.

3. Desenvolver uma arquitetura de TI integrada com as tecnologias mais recentes

Como qualquer pessoa no mundo dos negócios sabe, a tecnologia da informação é essencial para empresas de todos os tamanhos. A TI ajuda as empresas a operar com mais eficiência e se conectar com clientes e parceiros.

No entanto, a Tecnologia também pode ser um cenário complexo e em constante mudança. Para acompanhar as últimas tendências de tecnologia, as empresas precisam desenvolver uma arquitetura de TI integrada.

Isso significa, no desafio de combater os ataques cibernéticos em sua empresa, ter um sistema que pode se adaptar facilmente às novas tecnologias à medida que elas surgem.

Ao fazer isso, os CISOs das empresas podem garantir que estejam sempre usando as ferramentas e aplicativos de TI mais atualizados.

No ambiente de negócios competitivo de hoje, uma arquitetura de TI integrada é essencial para o sucesso.

4. Priorizar a segurança com foco na proteção de dados

A segurança deve ser uma prioridade para todos os empresários, especialmente aqueles que lidam com dados sensíveis. Os dados dos clientes são valiosos e devem ser protegidos a todo custo contra possíveis ataques cibernéticos em sua empresa.

Infelizmente, muitas empresas não prestam a devida atenção à segurança e acabam sendo vítimas de cibercriminosos através de diferentes tipos de ataques.

Somente 24% das organizações brasileiras utilizam técnicas avançadas para detectar ameaças e 47% das mesmas afirmam não ter processos de detecção devidamente implementados.

Isso pode levar à perda de dados importantes, bem como à diminuição da confiança dos clientes. Por isso, é crucial que os CISOs das empresas invistam em segurança e estejam sempre atentos a possíveis ameaças.

A proteção dos dados dos clientes é uma responsabilidade que não pode ser ignorada.

5. Promover uma cultura de segurança da informação na empresa

Promover uma cultura de segurança da informação dentro de uma empresa é essencial para proteger os dados e minimizar o risco de uma violação.

Os funcionários devem ser treinados sobre os procedimentos adequados de manipulação de dados e informados sobre as consequências potencialmente graves de uma violação.

Políticas e procedimentos de segurança robustos devem ser implementados e revisados regularmente. Ao tomar essas medidas, os CISOs das empresas podem ajudar a criar uma cultura de segurança da informação e reduzir o risco de uma violação de dados dispendiosa.

Com o crescente número de ameaças à segurança das informações, as empresas brasileiras não podem mais ignorar o problema da Segurança da Informação.

É hora de agir agora para proteger contra os ataques cibernéticos em sua empresa

CISOs: a cibersegurança com proteção de dados em tempo real e com criptografia segura

Em resposta aos ataques cibernéticos em sua empresa, o CipherTrust surge como uma solução eficaz e robusta para garantir a segurança cibernética.

Com uma abordagem que integra proteção de dados em tempo real e criptografia segura, o CipherTrust oferece uma linha de defesa confiável contra ameaças como ataques de ransomware.

Uma característica distintiva da solução CipherTrust é a sua capacidade de proteger e controlar o acesso a uma variedade de ativos de dados, incluindo bancos de dados, arquivos e containers.

Além disso, não importa onde seus ativos de dados estejam localizados – sejam eles em ambientes de nuvem, virtuais, big data ou físicos – o CipherTrust pode fornecer proteção consistente e confiável contra os ataques cibernéticos em sua empresa

Adicionalmente, o CipherTrust oferece a capacidade de tornar anônimos seus ativos sensíveis.

Isso é fundamental para a proteção dos dados de sua empresa, pois garante que, mesmo no caso de uma violação de dados, os ativos sensíveis permaneçam seguros e inacessíveis.

O que ajuda a evitar problemas futuros com vazamentos de dados e fortalece a postura geral de segurança de sua empresa.

Em resumo, o CipherTrust é uma solução de segurança abrangente e eficaz, proporcionando paz de espírito para empresas que enfrentam a crescente ameaça de ataques cibernéticos.

A solução serve como uma camada crucial de defesa, permitindo que as empresas se concentrem em suas operações principais, sabendo que suas informações estão seguras.

O Professional Services possui um time de profissionais especializados e com as melhores práticas do mercado

Beneficie-se de nossos muitos anos de experiência e conhecimento especializado em segurança da informação e conformidade com a LGPD.

Com o Professional Services seremos seu parceiro para a realização de projetos de digitalização em conformidade com os regulamentos de segurança e proteção de informações pessoais. 

Compartilhamos a nossa experiência em todos os fluxos de negócios para ajudá-lo a minimizar riscos, maximizar o desempenho e garantir a proteção de dados que seus clientes esperam.

Sobre a Eval

Com uma trajetória de liderança e inovação que remonta a 2004, a Eval não apenas acompanha as tendências tecnológicas, mas também estamos em uma busca incessante para trazer novidades oferecendo soluções e serviços que fazem a diferença na vida das pessoas.

Com valor reconhecido pelo mercado, as soluções e serviços da Eval atendem aos mais altos padrões regulatórios das organizações públicas e privadas, tais como o SBIS, ITI, PCI DSS, e a LGPD. Na prática, promovemos a segurança da informação e o compliance, o aumento da eficiência operacional das empresas, além da redução de custos.

Inove agora, lidere sempre: conheça as soluções e serviços da Eval e leve sua empresa para o próximo nível.

Eval, segurança é valor.

Escrito por Arnaldo Miranda, Evaldo. Ai, revisado por Marcelo Tiziano e Designer de Caio.

Categorias
Proteção de dados

Como prevenir ataques cibernéticos: principais maneiras de se proteger

 

Embora os ataques cibernéticos e as ameaças sejam uma luta contínua e um grande desafio para as empresas, eles podem ser evitados conhecendo os vários tipos de protocolos, explorações, ferramentas e recursos usados ​​por cibercriminosos. Além disso, saber onde e como esperar ataques garante que você crie medidas preventivas para proteger seus sistemas.

Na prática, ataques cibernéticos, ameaças e vandalismo são um problema perigoso e crescente para as empresas. 

Quase todas as organizações modernas exigem em sua infraestrutura de TI, no mínimo, uma rede de computadores e seus ativos que compõem sua estrutura de conectividade, a exemplo de switches, pontos de acesso e roteadores para operar.

Além disso, temos como estrutura computacional servidores, desktops, laptops, impressoras e outros dispositivos móveis que completam uma arquitetura tecnológica.

Infelizmente, embora esses dispositivos e aplicativos ofereçam um grande benefício para a empresa, eles também podem representar um risco. Basta uma gestão ineficiente dos ativos ou um funcionário clicar em um link malicioso que, em seguida, os cibercriminosos obtêm acesso à sua rede e infectam seus sistemas.

Mas esse risco pode ser reduzido.

Tipos de ataques cibernéticos

Ransomware: Tipo de malware que criptografa os dados da vítima, exigindo um resgate (normalmente em criptomoedas) para liberar o acesso aos dados.

Ataque DDoS: Ataque que tenta sobrecarregar um servidor, serviço ou rede com um grande volume de tráfego, tornando o serviço indisponível para os usuários legítimos.

Phishing: Ataque em que o atacante finge ser uma entidade confiável para enganar as pessoas a fornecer informações sensíveis, como senhas e dados de cartão de crédito. O “spear phishing” é uma variante mais direcionada, feita sob medida para uma vítima específica.

Apropriação de conta:  é um tipo de ataque cibernético em que um invasor obtém acesso não autorizado à conta de um usuário legítimo, geralmente com o objetivo de roubar informações sensíveis, realizar transações fraudulentas ou cometer outros tipos de fraudes.

Ataques de Injeção: Comumente se referem a injeções SQL, onde comandos maliciosos são inseridos em campos de entrada para manipular o banco de dados de uma aplicação.

Cross-Site Scripting (XSS): Injeção de scripts maliciosos em conteúdo de sites confiáveis, permitindo que atacantes executem scripts do lado do cliente em navegadores de outros usuários.

Man-in-the-Middle (MitM): Ataque onde o atacante intercepta e possivelmente altera a comunicação entre duas partes sem que elas saibam.

Ataques de Password Brute Force ou de Força Bruta: Tentativa de descobrir uma senha tentando todas as combinações possíveis de caracteres.

Ataques de Zero-Day: Exploração de vulnerabilidades conhecidas, mas ainda não corrigidas, em software ou hardware.

Eavesdropping (Escutas): Interceptação e monitoramento das comunicações de dados não criptografados.

Como prevenir ataques cibernéticos?

Prevenir uma violação de sua rede e seus sistemas requer proteção contra uma variedade de ataques cibernéticos. Para cada ataque, a contramedida apropriada deve ser implantada/usada para impedi-lo de explorar uma vulnerabilidade ou fraqueza. 

A primeira linha de defesa de qualquer organização é avaliar e implementar controles de segurança.

1. Quebre o padrão do ataque cibernético

Prevenir, detectar ou interromper o ataque cibernético na primeira oportunidade limita o impacto nos negócios e o potencial de danos à reputação.

Mesmo que normalmente sejam os invasores mais motivados que têm a persistência para realizar ataques em vários estágios, eles frequentemente fazem isso usando ferramentas e técnicas comuns, mais baratas e fáceis de usar. 

Portanto, implemente controles e processos de segurança que possam mitigar os ataques, tornando sua empresa um alvo difícil.

Da mesma forma, adote uma abordagem de defesa em profundidade para mitigar os riscos por meio de toda a gama de ataques cibernéticos em potencial, dando à sua empresa mais resiliência para lidar com ataques que usam ferramentas e técnicas mais personalizadas.

2. Reduza sua exposição usando controles de segurança essenciais contra ataque cibernético

Felizmente, existem maneiras eficazes e acessíveis de reduzir a exposição de sua organização aos tipos mais comuns de ataque cibernético em sistemas expostos à Internet. 

  • Firewalls de limite e gateways da Internet — estabeleça defesas de perímetro de rede, particularmente proxy da Web, filtragem da Web, verificação de conteúdo e políticas de firewall para detectar e bloquear downloads executáveis, bloquear o acesso a domínios maliciosos conhecidos e impedir que os computadores dos usuários se comuniquem diretamente com a Internet;
  • Proteção contra malware — estabeleça e mantenha defesas contra malware para detectar e responder a códigos de ataque cibernético conhecidos;
  • Gerenciamento de patches — corrige vulnerabilidades conhecidas com a versão mais recente do software, para evitar ataques que explorem bugs de software;
  • Permitir listagem e controle de execução — impede que softwares desconhecidos sejam executados ou instalados, incluindo AutoRun em unidades USB e de CD;
  • Configuração segura — restrinja a funcionalidade de cada dispositivo, sistema operacional e aplicativo ao mínimo necessário para o funcionamento dos negócios;
  • Política de senha — certifique-se de que uma política de senha apropriada esteja em vigor e seja seguida;
  • Controle de acesso do usuário — inclui limitar as permissões de execução dos usuários normais e impor o princípio do privilégio mínimo.

3. Atenue o estágio de ‘pesquisa’ do ataque cibernético

Qualquer informação publicada para consumo aberto deve ser filtrada sistematicamente antes de ser liberada para garantir que qualquer coisa de valor para um invasor (como detalhes de software e configuração, nomes/funções/títulos de indivíduos e quaisquer dados ocultos) seja removido.

O treinamento, a educação e a conscientização do usuário são importantes. Todos os seus usuários devem entender como as informações publicadas sobre seus sistemas e operação podem revelar possíveis vulnerabilidades.

Eles precisam estar cientes dos riscos de discutir tópicos relacionados ao trabalho nas mídias sociais e do potencial de serem alvo de ataque cibernético e ataques de phishing. Eles também devem entender os riscos para o negócio de liberar informações confidenciais em conversas gerais, chamadas telefônicas não solicitadas e destinatários de e-mail.

4. Reduza o estágio de ‘entrega’

As opções de entrega disponíveis para um invasor podem ser significativamente reduzidas aplicando e mantendo um pequeno número de controles de segurança, que são ainda mais eficazes quando aplicados em combinação:

  • A proteção contra malware atualizada pode bloquear e-mails maliciosos e impedir que o malware seja baixado de sites;
  • Firewalls e servidores proxy podem bloquear serviços inseguros ou desnecessários e também podem manter uma lista de sites ruins conhecidos. Da mesma forma, a assinatura de um serviço de reputação de sites para gerar uma lista de sites negados também pode fornecer proteção adicional;
  • Uma política de senhas tecnicamente aplicada impedirá que os usuários selecionem senhas facilmente adivinhadas e bloqueiem contas após um número especificado de tentativas mal sucedidas. Medidas de autenticação adicionais para acesso a informações corporativas ou pessoais particularmente confidenciais também devem estar em vigor;
  • A configuração segura limita a funcionalidade do sistema ao mínimo necessário para a operação comercial e deve ser aplicada sistematicamente a todos os dispositivos usados ​​para realizar negócios.

5. Minimize o estágio de ‘violação’ do ataque cibernético

Assim como no estágio de entrega, a capacidade de explorar com sucesso vulnerabilidades conhecidas pode ser efetivamente mitigada com apenas alguns controles, que são melhor implantados juntos.

  • Todo malware depende de falhas de software conhecidas e predominantemente corrigidas. O gerenciamento eficaz de patches de vulnerabilidades garante que os patches sejam aplicados na primeira oportunidade, limitando o tempo que sua organização fica exposta a vulnerabilidades de software conhecidas;

  • A proteção contra malware no gateway da Internet pode detectar códigos maliciosos conhecidos em um item importado, como um e-mail. Essas medidas devem ser complementadas por proteção contra malware em pontos-chave na rede interna e nos computadores dos usuários, quando disponíveis;
  • Controles de acesso de usuário bem implementados e mantidos restringirão os aplicativos, privilégios e dados que os usuários podem acessar. A configuração segura pode remover software desnecessário e contas de usuário padrão. Ele também pode garantir que as senhas padrão sejam alteradas e que todos os recursos automáticos que possam ativar malware imediatamente (como AutoRun para unidades de mídia) sejam desativados;

  • O treinamento, a educação e a conscientização do usuário são extremamente valiosos para reduzir a probabilidade de sucesso da ‘engenharia social’. No entanto, com as pressões do trabalho e o grande volume de comunicações, você não pode contar com isso como um controle para mitigar até mesmo um ataque cibernético;
  • Finalmente, o fundamental para detectar uma violação é a capacidade de monitorar todas as atividades da rede e analisá-las para identificar qualquer atividade maliciosa ou incomum.

De forma ideal, as empresas devem ter uma boa compreensão do que constitui atividade ‘normal’ em sua rede, e um monitoramento de segurança eficaz deve ser capaz de identificar qualquer atividade incomum.

A solução CipherTrust Data Security Platform contra ataques cibernéticos

De acordo com o IDC, mais de 175 zetabytes de dados serão criados até 2025, e hoje mais da metade de todos os dados corporativos são armazenados na nuvem. 

Para lidar com a complexidade de onde os dados são armazenados, a CipherTrust Data Security Platform oferece recursos fortes para proteger e controlar o acesso a dados confidenciais em bancos de dados, arquivos e contêineres. Tecnologias específicas incluem:

CipherTrust Transparent Encryption

Criptografar dados em ambientes locais, em nuvem, banco de dados, arquivos e Big Data com controles de acesso abrangentes e registro de auditoria de acesso de dados detalhado que pode impedir os ataques cibernéticos mais maliciosos.

CipherTrust Database Protection

Fornece criptografia transparente ao nível de coluna de dados estruturados e confidenciais que residem em bancos de dados, como cartão de crédito, números de previdência social, números de identificação nacional, senhas e endereços de e-mail.

CipherTrust Application Data Protection 

Oferece APIs para que os desenvolvedores adicionem rapidamente criptografia e outras funções criptográficas a seus aplicativos, enquanto o SecOps controla as chaves de criptografia. Boa ferramentoa para ataques cibernéticos.

CipherTrust Tokenization

Oferece serviços de tokenização de dados ao nível de aplicativo em duas soluções convenientes que oferecem flexibilidade ao cliente – Token sem Vault com mascaramento de dados dinâmico baseado em políticas e Tokenização em Vault.

CipherTrust Batch Data Transformation

Fornece serviços de mascaramento de dados estáticos para remover informações confidenciais de bancos de dados de produção, para que as questões de conformidade e segurança sejam aliviadas ao compartilhar um banco de informações com terceiros para análise, teste ou outro processamento. Assim, os dados estão protegidos contra ataques cibernéticos. 

CipherTrust Manager

Centraliza chaves, políticas de gerenciamento e acesso a dados para todos os produtos CipherTrust Data Security Platform e está disponível em formatos físicos e virtuais compatíveis com FIPS 140-2 Nível 3.

CipherTrust Cloud Key Manager 

Oferece o gerenciamento do ciclo de vida de sua própria chave (BYOK) para muitos provedores de infraestrutura, plataforma e software como serviço na nuvem.

CipherTrust KMIP Server

Centraliza o gerenciamento de chaves para o protocolo de interoperabilidade de gerenciamento de chaves (KMIP) comumente usado em soluções de armazenamento.

CipherTrust TDE Key Manager

Centraliza o gerenciamento de chaves para criptografia encontrada em Oracle, SQL e Always Encrypted SQL.

O portfólio de produtos de proteção de dados que compõe a solução CipherTrust Data Security Platform permite que as empresas protejam dados em repouso e em movimento em todo o ecossistema de TI e garante que as chaves dessas informações estejam sempre protegidas e apenas sob seu controle. 

Imperva – WAAP (Web Application and API Protection)

As soluções WAAP da Imperva são vitais para a proteção de aplicações web e APIs, oferecendo defesas contra uma vasta gama de ameaças de segurança.

Com a expansão da criação de aplicações Web e APIs aparece uma enorme oportunidade para invasores, enquanto as equipes de segurança lutam com os desafios diários.

A Eval Digital e a Imperva estão prontas para ajudar as organizações a descobrir e proteger dados confidenciais em qualquer lugar.

Proteção DDoS​
Resposta mais rápida

Acelere a contenção com mitigação automática de DDoS, bloqueio no mesmo dia do ataque de dia zero contra aplicações e manuais de SOC para comprometimento de dados.​

Segurança de API
Proteção mais profunda​

Proteja suas APIs com um modelo de segurança positivo que detecta vulnerabilidades e as protege de exploração​.

WAF​
Segurança consolidada

Interrompa ataques a aplicações, com falsos positivos insignificantes, para garantir operações de negócios ininterruptas​.

Sobre a Eval

Com uma trajetória de liderança e inovação que remonta a 2004, a Eval não apenas acompanha as tendências tecnológicas, mas também estamos em uma busca incessante para trazer novidades oferecendo soluções e serviços que fazem a diferença na vida das pessoas.

Com valor reconhecido pelo mercado, as soluções e serviços da EVAL atendem aos mais altos padrões regulatórios das organizações públicas e privadas, tais como o SBIS, ITI, PCI DSS, e a LGPD. Na prática, promovemos a segurança da informação e o compliance, o aumento da eficiência operacional das empresas, além da redução de custos.

Inove agora, lidere sempre: conheça as soluções e serviços da Eval e leve sua empresa para o próximo nível.

Banner com texto: Eval Digital Segurança é valor contra ataque cibernético

Categorias
Proteção de dados

Ameaças à segurança cibernética: riscos que as empresas devem estar preparadas

Ameaças à segurança cibernética continua a ser um grande desafio para indivíduos e empresas em todo o mundo. O crime cibernético, custa globalmente mais de US$ 6 trilhões anualmente, de acordo com Annual Cybercrime Report 2020.

Para colocar isso em perspectiva, se o crime cibernético fosse um país, seria a terceira maior economia global depois dos EUA e da China.

Desde a pandemia no início de 2020, muitos criminosos cibernéticos mudaram a forma como operam. Isso porque a mudança nas práticas de trabalho, a exemplo do home office, apresentou muitas vulnerabilidades de segurança que esses criminosos rapidamente exploraram.

Em 2022, o panorama das ameaças à segurança cibernética continuará a evoluir à medida que muitas empresas retornem às práticas de trabalho pré-pandêmica, embora ainda mantenham alguns dos arranjos de trabalho flexíveis que adotaram em 2020.

Isso destaca a importância de entender quais serão os principais riscos à segurança cibernética de 2022 e o que sua empresa pode fazer para mitigar esses riscos.

As ameaças à segurança cibernética continuarão a aumentar em 2022 se medidas robustas não forem tomadas

De acordo com o Gartner, as organizações que adotam uma arquitetura de segurança cibernética podem reduzir o impacto financeiro dos incidentes de segurança em uma média de 90%.

Os 5 principais tipos de ameaças à segurança cibernética que todos devem considerar e estar cientes em 2022 estão listados abaixo:

1. Ransomware

De acordo com a Cybersecurity Ventures, o custo do crime cibernético em decorrência dos ataques de ransomware deve chegar a US $265 bilhões em 2031.

O relatório prevê que haverá um novo ataque a cada 2 segundos, à medida que os cibercriminosos refinam progressivamente suas cargas de malware e atividades de extorsão relacionadas.

Nesse tipo de crime cibernético, o computador da vítima é bloqueado, normalmente por criptografia, impedindo-a de usar o dispositivo e tudo o que está armazenado nele.

Para recuperar o acesso ao dispositivo, a vítima precisa pagar um resgate, geralmente na forma de moeda virtual. 

Existem diferentes tipos de transmissão de tais ameaças. No entanto, na maioria das vezes, o ransomware se espalha por meio de anexos de e-mail mal-intencionados, aplicativos de software infectados, sites comprometidos ou armazenamento externo infectado.

2. Ameaças internas

Este é um dos tipos mais comuns de ameaças à segurança cibernética. Geralmente ocorre quando os funcionários, intencionalmente ou não, usam indevidamente o acesso autorizado de uma forma que afeta negativamente o sistema da organização.

Na maioria desses casos de crime cibernético, isso se deve à não conformidade com as políticas e procedimentos da organização. Como tal, eles estão propensos a enviar por e-mail os dados do cliente para terceiros ou compartilhar suas informações de login com outras pessoas. 

Esses tipos de ataques evitariam os protocolos de segurança cibernética para excluir, vender ou roubar dados. Isso pode interromper as operações e causar grandes danos aos dados.

3. Ataques de phishing

Os ataques de phishing são uma das ameaças à segurança cibernética mais prevalentes no ambiente de negócios atual.

De acordo com o 2021 Data Breach Investigations Report (DBIR) da Verizon, o phishing é a principal “variedade de ação” observada em violações em 2020, com 43% das violações envolvendo phishing e / ou pretextos.

Phishing tem como objetivo enganar os usuários para comprometer informações importantes e confidenciais. Normalmente, os invasores usam e-mails falsos que parecem confiáveis ​​ou de fontes legítimas. 

A ideia principal é fazer com que os usuários realizem algumas ações (por exemplo, clicar em um link ou abrir anexos de e-mail) que permitam que invasores instalem malware em seus dispositivos. 

4. Ataques na nuvem

A nuvem tornou-se uma parte crítica de nossa vida cotidiana. No entanto, devemos estar cientes que nem todos os serviços em nuvem fornece autenticação e criptografia seguras.

A configuração incorreta pode causar o crime cibernético, incluindo intrusões, vulnerabilidades de rede e vazamentos de dados. 

De acordo com a IBM, mais da metade das violações ameaças à segurança cibernética na nuvem são causadas por questões simples. Enquanto, dois terços dos incidentes de segurança na nuvem podem ser evitados verificando as configurações.

5. Ataques de malvertising 

Publicidade maliciosa, também conhecida como malvertising, é uma nova forma emergente de crime cibernético.

Por meio dessa técnica, os cibercriminosos injetam um código malicioso em anúncios digitais que redirecionam os usuários para sites maliciosos ou instalam malware em seus dispositivos. 

É muito difícil ser identificado por internautas e editores. Assim, são geralmente servidos aos consumidores por meio de redes de publicidade legítimas. Qualquer anúncio exibido em sites pode apresentar risco de infecção.

Até mesmo algumas empresas mundialmente conhecidas exibiram inadvertidamente anúncios maliciosos em seus sites. 

Mais ataques cibernéticos relacionados ao COVID-19

Os cibercriminosos exploraram rapidamente a pandemia, usando-a como pretexto para e-mails de phishing, aplicativos falsos e links interessantes para sites maliciosos. 

À medida que 2022 avança, é provável que haja mais desenvolvimentos relacionados ao COVID-19 em todo o mundo, novas variantes, novidades sobre vacinas e ofertas de doses de reforço, por exemplo. 

Os cibercriminosos estão ansiosos para explorar esses desenvolvimentos para continuar a enganar funcionários das empresas para fazerem o download de software malicioso ou fornecerem informações confidenciais que podem ser usadas para o crime cibernético.

CipherTrust permite que as empresas protejam sua estrutura contra ameaças à segurança cibernética

De acordo com o IDC, mais de 175 zetabytes de dados serão criados até 2025, e hoje mais da metade de todos os dados corporativos são armazenados na nuvem. 

Para lidar com a complexidade de onde os dados são armazenados, a CipherTrust Data Security Platform oferece recursos fortes para proteger e controlar o acesso a dados confidenciais em bancos de dados, arquivos e contêineres. Tecnologias específicas incluem:

CipherTrust Transparent Encryption

Criptografar dados em ambientes locais, em nuvem, banco de dados, arquivos e Big Data com controles de acesso abrangentes e registro de auditoria de acesso de dados detalhado que pode impedir os ataques mais maliciosos.

CipherTrust Database Protection

Fornece criptografia transparente ao nível de coluna de dados estruturados e confidenciais que residem em bancos de dados, como cartão de crédito, números de previdência social, números de identificação nacional, senhas e endereços de e-mail.

CipherTrust Application Data Protection

Oferece APIs para que os desenvolvedores adicionem rapidamente criptografia e outras funções criptográficas a seus aplicativos, enquanto o SecOps controla as chaves de criptografia.

CipherTrust Tokenization

Oferece serviços de tokenização de dados ao nível de aplicativo em duas soluções convenientes que oferecem flexibilidade ao cliente – Token sem Vault com mascaramento de dados dinâmico baseado em políticas e Tokenização em Vault.

CipherTrust Batch Data Transformation

Fornece serviços de mascaramento de dados estáticos para remover informações confidenciais de bancos de dados de produção, para que as questões de conformidade e Segurança cibernética sejam aliviadas ao compartilhar um banco de informações com terceiros para análise, teste ou outro processamento.

CipherTrust Manager

Centraliza chaves, políticas de gerenciamento e acesso a dados para todos os produtos CipherTrust Data Security Platform e está disponível em formatos físicos e virtuais compatíveis com FIPS 140-2 Nível 3.

CipherTrust Cloud Key Manager 

Oferece o gerenciamento do ciclo de vida de sua própria chave (BYOK) para muitos provedores de infraestrutura, plataforma e software como serviço na nuvem.

CipherTrust KMIP Server

Centraliza o gerenciamento de chaves para o protocolo de interoperabilidade de gerenciamento de chaves (KMIP) comumente usado em soluções de armazenamento.

CipherTrust TDE Key Manager

Centraliza o gerenciamento de chaves para criptografia encontrada em Oracle, SQL e Always Encrypted SQL.

O portfólio de produtos de proteção de dados que compõe a solução CipherTrust Data Security Platform permite que as empresas protejam dados em repouso e em movimento em todo o ecossistema de TI e garante que as chaves dessas informações estejam sempre protegidas e apenas sob seu controle. 

Ela simplifica a segurança cibernética dos dados, melhora a eficiência operacional e acelera o tempo de conformidade. Independentemente de onde seus dados residem.

A plataforma CipherTrust garante que seus dados estejam seguros, com uma ampla gama de produtos e soluções comprovados e líderes de mercado para implantação em data centers, ou aqueles gerenciados por provedores de serviços em nuvem (CSPs) ou provedores de serviços gerenciados (MSPs), ou como um serviço baseado em nuvem gerenciado pela Thales, empresa líder no segmento de segurança.

Portfólio de ferramenta que garante a proteção de dados

Com os produtos de proteção de dados do CipherTrust Data Security Platform, sua empresa pode:

Reforçar a segurança cibernética e a conformidade

Os produtos e soluções de proteção de dados CipherTrust abordam as demandas de uma série de requisitos de segurança e privacidade, incluindo a identificação eletrônica, autenticação e confiança, Padrão de Segurança de Dados da Indústria de Cartões de Pagamento (PCI DSS), Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), entre outros requisitos de conformidade.

Otimiza a eficiência da equipe e dos recursos

CipherTrust Data Security Platform oferece o mais amplo suporte para casos de uso de segurança de dados no setor, com produtos desenvolvidos para trabalhar em conjunto, uma linha única para suporte global, um histórico comprovado de proteção contra ameaças em evolução e o maior ecossistema de parcerias de segurança de dados do setor. 

Com foco na facilidade de uso, APIs para automação e gerenciamento responsivo, a solução CipherTrust Data Security Platform garante que suas equipes possam implementar, proteger e monitorar rapidamente a proteção do seu negócio. 

Além disso, serviços profissionais e parceiros estão disponíveis para design, implementação e assistência de treinamento para garantir rapidez e confiabilidade em implementações com o mínimo de tempo de sua equipe.

Reduz o custo total de propriedade

O portfólio de proteção de dados do CipherTrust Data Security Platform oferece um amplo conjunto de produtos e soluções de segurança de dados que podem ser facilmente dimensionados, expandidos para novos casos de uso e têm um histórico comprovado de proteção de tecnologias novas e tradicionais. 

Com o CipherTrust Data Security Platform, as empresas podem preparar seus investimentos para o futuro enquanto reduz custos operacionais e despesas de capital.

Sobre a EVAL

Com uma trajetória de liderança e inovação que remonta a 2004, a Eval não apenas acompanha as tendências tecnológicas, mas também estamos em uma busca incessante para trazer novidades oferecendo soluções e serviços que fazem a diferença na vida das pessoas.

Com valor reconhecido pelo mercado, as soluções e serviços da EVAL atendem aos mais altos padrões regulatórios das organizações públicas e privadas, tais como o SBIS, ITI, PCI DSS, e a LGPD. Na prática, promovemos a segurança da informação e o compliance, o aumento da eficiência operacional das empresas, além da redução de custos.

Inove agora, lidere sempre: conheça as soluções e serviços da Eval e leve sua empresa para o próximo nível.

Eval segurança é valor.

Categorias
Proteção de dados

Combate aos ataques cibernéticos: a importância da prevenção

Durante todo o ano de 2021, indivíduos, empresas e governos estiveram todos preocupados com o combate aos ataques cibernéticos.

Manter nossos dados seguros em um mundo onde tudo está na Internet, desde diários de viagem a informações de cartão de crédito, a proteção de dados se tornou um dos desafios mais urgentes da segurança cibernética.

Ransomware, ataques de phishing, ataques de malware e outras ameaças de segurança cibernética são alguns exemplos. Não é à toa que uma das áreas que mais cresceram em TI é o combate aos ataques cibernéticos.

A necessidade de proteção de dados é cada vez mais reconhecida pelas organizações.

As empresas, em particular, estão prestando mais atenção, pois as violações de dados causam grandes prejuízos a cada ano e expõem grandes quantidades de informações pessoais.

O combate aos ataques cibernéticos está aumentando à medida que a sociedade está cada vez mais conectada

Embora muitos dos ataques que ocorreram em 2021 tenham sido causados ​​pelo uso crescente da Internet como resultado da pandemia de coronavírus e bloqueios, a ameaça às empresas permanece significativa.

Com o custo ao combate aos ataques cibernéticos global estimado em US$ 10,5 trilhões até 2025, de acordo com a Cybersecurity Ventures, revista especializada em crime cibernético, as ameaças representadas por cibercriminosos só aumentarão à medida que as organizações se tornarem mais dependentes da Internet e da tecnologia.

Os casos de ransomware aumentaram em 2021 cerca de 62% desde 2019, sendo considerada a principal ameaça deste ano. De fato, as ameaças cibernéticas estão se tornando mais sofisticadas durante esses tempos e são muito mais difíceis de detectar. 

A natureza de todos os ataques são muito mais perigosas do que um simples roubo. Portanto, vamos nos aprofundar um pouco mais nessa discussão mostrando os principais casos de ataque cibernético que ocorrem em 2021.

O Oleoduto Colonial

Se vamos falar sobre os ataques cibernéticos ocorridos em 2021, então Colonial Pipeline deve estar na lista. 

Considerado o maior oleoduto de combustível dos Estados Unidos, passou por um ataque cibernético em maio de 2021, interrompendo a distribuição de combustíveis em 12 estados por alguns dias. A empresa teve que pagar 4,5 milhões de dólares como resgate para resolver a situação.

Sistema de abastecimento da Flórida 

Um cibercriminoso tentou envenenar o abastecimento de água na Flórida e conseguiu aumentar a quantidade de hidróxido de sódio a um nível potencialmente perigoso. 

O ataques cibernético ocorreu através da invasão aos sistemas de TI da estação de tratamento de água da cidade de Oldsmar, aumentando brevemente a quantidade de hidróxido de sódio de 100 partes por milhão para 11.100 partes por milhão. Este cenário é um exemplo de como uma invasão de infraestrutura crítica em qualquer nível coloca a vida dos residentes em risco. 

Microsoft Exchange

Um ataque cibernético em massa afetou milhões de clientes da Microsoft em todo o mundo, em que cibercriminosos exploraram ativamente quatro vulnerabilidades de Zero Day na solução Exchange Server da Microsoft. 

Acredita-se que pelo menos nove agências governamentais, bem como mais de 60.000 empresas privadas apenas nos Estados Unidos, foram afetadas pelo ataque.

Fabricante de aviões Bombardier

Um popular fabricante de aviões canadense, a Bombardier, sofreu uma violação de dados em fevereiro de 2021. A violação resultou no comprometimento de dados confidenciais de fornecedores, clientes e cerca de 130 funcionários localizados na Costa Rica. 

A investigação revelou que uma parte não autorizada obteve acesso aos dados explorando uma vulnerabilidade em um aplicativo de transferência de arquivos de terceiros. 

Acer Computadores

A mundialmente conhecida gigante da computação Acer sofreu um ataque de ransomware, sendo solicitado a pagar um resgate de US$ 50 milhões, o que fez o recorde do maior resgate conhecido até hoje. 

Acredita-se que um grupo cibercriminoso denominado Revil seja o responsável pelo ataque. Os criminosos digitais também anunciaram a violação em seu site e vazaram algumas imagens dos dados roubados.

No Brasil não foi diferente quanto a intensidade dos ataques e crimes cibernéticos

Em levantamento realizado pela empresa de segurança digital Avast, os cibercriminosos continuam a tirar proveito da pandemia de Covide-19, explorando os hábitos das pessoas criados durante o período de lockdown, para disseminar golpes. 

Seguindo a tendência mundial, ataques de ransomware, malware de criptomoeda, entre outros golpes prevaleceram no Brasil.

Para os dispositivos móveis, o adware e fleeceware estão entre as principais ameaças. Segundo Avast, o crescimento dos ataques de ransomware no Brasil foi mais forte que a média global. 

O combate aos ataques cibernéticos já é uma das principais preocupações para a maioria das empresas brasileiras atualmente, visto que muitos desses ataques ocorreram somente em 2021, a exemplo do que ocorreu nas Lojas Renner, que paralisou completamente o sistema. 

Ainda tivemos o caso do grupo Fleury, que ficou alguns dias sem conseguir efetuar exames, e a JBS, que foi obrigada a pagar US$ 11 milhões em resgate ao ataque hacker em sua operação nos Estados Unidos, todas essas situações colocaram o assunto ainda mais em evidência no Brasil.

Órgãos e empresas ligadas ao governo brasileiro também foram alvos dos cibercriminosos. A Previdência Social, Ministério do Trabalho, Ministério Público Federal, Petrobras, entre outras organizações que também sofreram ataques.

Já em 2021, a LGPD ofereceu uma oportunidade para as empresas repensar sobre o combate aos crimes cibernéticos

A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) entrou em vigor em setembro de 2020. O objetivo geral da nova legislação é estabelecer um quadro regulamentar para a proteção de dados pessoais, facilitando para todos os cidadãos brasileiros a compreensão de como os seus dados são utilizados e, se necessário, apresentar uma reclamação sobre o seu tratamento. 

O objetivo da LGPD pode ser resumido em três pontos-chave:

  • Fortalecimento dos direitos dos indivíduos;
  • Capacitar os atores envolvidos no processamento de dados;
  • Aumentar a credibilidade da regulamentação por meio de uma cooperação entre as autoridades de proteção de dados.

Se há algo que a LGPD alcançou durante o ano de 2021, foi aumentar a conscientização sobre questões de proteção e privacidade de dados. Na prática, as empresas não podem varrer os incidentes para debaixo do tapete, por causa do risco de multas baseadas na receita.

A lei de proteção de dados também deu às empresas mais visibilidade sobre os dados que estão coletando. O princípio básico da LGPD é que as empresas conheçam os dados de que dispõem e garantam que os estão processando corretamente e com segurança.

As empresas compatíveis com a LGPD agora têm os elementos básicos de que precisam para construir um bom programa de segurança da informação porque, se você não sabe o que tem, não sabe o que proteger.

A lei de proteção e privacidade de dados também mudou a equação financeira das organizações no que diz respeito ao risco de privacidade. Isso encorajou as empresas a pensar de forma holística sobre os riscos e a investir na melhoria dos controles e governança de privacidade.

Invista em 2022 e além. A solução CipherTrust permite o combate aos crimes digitais

De acordo com o IDC, mais de 175 zetabytes de dados serão criados até 2025, e hoje mais da metade de todos os dados corporativos são armazenados na nuvem. 

Para lidar com a complexidade de onde os dados são armazenados, o CipherTrust Data Security Platform oferece recursos fortes para proteger e controlar o acesso a dados confidenciais em bancos de dados, arquivos e contêineres. Tecnologias específicas incluem:

CipherTrust Transparent Encryption

Criptografar dados em ambientes locais, em nuvem, banco de dados, arquivos e Big Data com controles de acesso abrangentes e registro de auditoria de acesso de dados detalhado que pode impedir os ataques mais maliciosos.

CipherTrust Database Protection

Fornece criptografia transparente ao nível de coluna de dados estruturados e confidenciais que residem em bancos de dados, como cartão de crédito, números de previdência social, números de identificação nacional, senhas e endereços de e-mail.

CipherTrust Application Data Protection

Oferece APIs para que os desenvolvedores adicionem rapidamente criptografia e outras funções criptográficas a seus aplicativos, enquanto o SecOps controla as chaves de criptografia.

CipherTrust Tokenization

Oferece serviços de tokenização de dados ao nível de aplicativo em duas soluções convenientes que oferecem flexibilidade ao cliente – Token sem Vault com mascaramento de dados dinâmico baseado em políticas e Tokenização em Vault.

CipherTrust Batch Data Transformation

A solução da CipherTrust projeta produtos e soluções de proteção de dados contra ataques cibernéticos para atender a uma série de requisitos de segurança e privacidade, incluindo identificação eletrônica, autenticação e confiança.

CipherTrust Manager

Centraliza chaves, políticas de gerenciamento e acesso a dados para todos os produtos CipherTrust Data Security Platform e está disponível em formatos físicos e virtuais compatíveis com FIPS 140-2 Nível 3.

CipherTrust Cloud Key Manager

Oferece o gerenciamento do ciclo de vida de sua própria chave (BYOK) para muitos provedores de infraestrutura, plataforma e software como serviço na nuvem.

CipherTrust KMIP Server

Centraliza o gerenciamento de chaves para o protocolo de interoperabilidade de gerenciamento de chaves (KMIP) comumente usado em soluções de armazenamento.

CipherTrust TDE Key Manager

Centraliza o gerenciamento de chaves para criptografia encontrada em Oracle, SQL e Always Encrypted SQL.

O portfólio de produtos de proteção de dados que compõe a solução CipherTrust Data Security Platform permite que as empresas protejam dados em repouso e em movimento em todo o ecossistema de TI e garante que as chaves dessas informações estejam sempre protegidas e apenas sob seu controle. 

Ela simplifica a segurança dos dados contra ataques cibernéticos, melhora a eficiência operacional e acelera o tempo de conformidade. Independentemente de onde seus dados residem.

A plataforma CipherTrust oferece uma ampla gama de produtos e soluções comprovados e líderes de mercado para garantir o combate aos ataques cibernéticos.

Esses produtos podem ser implantados em data centers ou em provedores de serviços em nuvem (CSPs) ou provedores de serviços gerenciados (MSPs). Além disso, também é possível contar com o serviço baseado em nuvem gerenciado pela Thales, empresa líder no segmento de segurança.

Portfólio de ferramenta que garante o combate aos crimes cibernéticos

Com os produtos de proteção de dados do CipherTrust Data Security Platform, sua empresa pode:

Reforçar a segurança e a conformidade 

CipherTrust projeta seus produtos e soluções de proteção de dados contra ataques cibernéticos para atender a uma série de requisitos de segurança e privacidade, incluindo identificação eletrônica, autenticação e confiança.

Além disso, esses produtos também estão em conformidade com o Padrão de Segurança de Dados da Indústria de Cartões de Pagamento (PCI DSS), a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e outros requisitos de conformidade.

Otimiza a eficiência da equipe e dos recursos contra incidentes de segurança

O CipherTrust Data Security Platform é líder no setor e oferece amplo suporte para casos de uso de segurança de dados.

Com produtos desenvolvidos para trabalhar em conjunto, uma linha única para suporte global e um histórico comprovado de proteção contra ameaças em evolução, essa plataforma também conta com o maior ecossistema de parcerias de segurança de dados do setor.

A solução CipherTrust Data Security Platform foi desenvolvida com foco na facilidade de uso, contando com APIs para automação e gerenciamento responsivo.

Com essa solução, suas equipes podem implementar, proteger e monitorar rapidamente a proteção do seu negócio contra ataques cibernéticos.

Além disso, serviços profissionais e parceiros estão disponíveis para auxiliar na implementação e no treinamento da equipe, garantindo rapidez e confiabilidade nas implementações.

Dessa forma, é possível reduzir o tempo necessário da sua equipe para essas atividades.

Reduz o custo total de propriedade

O CipherTrust Data Security Platform oferece um amplo conjunto de produtos e soluções de segurança de dados para proteção contra ataques cibernéticos.

Esse portfólio pode ser facilmente dimensionado, expandido para novos casos de uso e tem um histórico comprovado de proteção de tecnologias novas e tradicionais.

Com o CipherTrust Data Security Platform, as empresas podem preparar seus investimentos para o combate aos ataques cibernéticos enquanto reduz custos operacionais e despesas de capital.

Sobre a Eval

Com uma trajetória de liderança e inovação que remonta a 2004, a Eval não apenas acompanha as tendências tecnológicas, mas também estamos em uma busca incessante para trazer novidades oferecendo soluções e serviços que fazem a diferença na vida das pessoas.

Com valor reconhecido pelo mercado, as soluções e serviços da EVAL atendem aos mais altos padrões regulatórios das organizações públicas e privadas, tais como o SBIS, ITI, PCI DSS, e a LGPD. Na prática, promovemos a segurança da informação e o compliance, o aumento da eficiência operacional das empresas, além da redução de custos.

Inove agora, lidere sempre: conheça as soluções e serviços da Eval e leve sua empresa para o próximo nível.

Eval, segurança é valor.

Categorias
Proteção de dados

Ataque cibernético a instituições financeiras, um risco real

Os bancos, Fintechs e outras empresas do setor financeiro tem sido um dos principais alvos de ataques cibernéticos a instituições Financeiras devido à abundância de informações confidenciais contidas nos arquivos dos clientes.

Especialmente à medida que cada vez mais pessoas fazem a transição para o banco online e buscam formas alternativas e sem contato de pagamento durante a pandemia. 

Agora, uma nova onda de soluções financeiras, a exemplo do Pix e Open Banking, está surgindo para tornar as transações em tempo real mais fáceis para os clientes, porém, ampliando ainda mais o cenário de ameaças. 

Junto com as ameaças crescentes, as instituições financeiras também devem cumprir os requisitos de conformidade regulamentar, como a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), ou multas e sanções regulamentares serão aplicadas, ampliando ainda mais os riscos de grandes prejuízos às empresas ligadas ao segmento. 

De acordo com estudo feito pelo Boston Consulting Group, as empresas de serviços financeiros têm 300 vezes mais probabilidade do que outras empresas de serem alvos de ataques cibernéticos, incluindo phishing, ransomware e outros ataques de malware, e até ameaças internas. 

Instituições financeiras devem adotar uma abordagem mais proativa em relação aos ataques cibernéticos ou arriscar violações de dados devastadoras

Cibercriminosos têm motivos diferentes ao executar ataque cibernético a instituições financeiras, mas, no caso dos criminosos cibernéticos, seu objetivo é o ganho financeiro.  

As instituições financeiras têm uma grande quantidade de informações pessoais e financeiras, prontas para monetização se violados, incluindo carteiras de criptomoedas e a transferência de dinheiro via Pix. 

Assim como outros métodos de ataque, os cibercriminosos trabalham para comprometer as credenciais da conta por meio de phishing. Basta um funcionário reutilizar as credenciais da conta, como senhas, que os invasores têm tudo o que precisam para realizar ataque cibernético a instituições financeiras e causar estragos.  

Ransomware  é um tipo de malware que criptografa arquivos confidenciais ou bloqueia empresas fora de seus sistemas. A única maneira de desbloqueá-lo é com uma chave matemática que apenas o invasor conhece, que você receberá após pagar um resgate.

No segmento financeiro, ransomware é um dos ataques cibernéticos mais comuns. Somente em 2017, 90% das instituições financeiras foram atingidas por um ataque de ransomware. Em 2020, a terceira maior empresa Fintech do mundo, Finastra, foi alvo.

Então, por que o ransomware é tão eficaz para os cibercriminosos? Porque, na maioria das vezes, é muito mais rápido e barato pagar o resgate do que sofrer um tempo de inatividade.

Como lidar com riscos de ataques cibernéticos: detectar e gerenciar ameaças

Na prática, bancos, Fintechs e outras instituições financeiras podem seguir boas práticas de segurança para garantir que sua organização esteja protegida, enquanto continuam a aderir à conformidade regulatória.

A implementação de recursos de monitoramento contínuo e de detecção de ameaças é o primeiro passo para preencher as lacunas de segurança flagrantes que muitos bancos e instituições financeiras estão enfrentando. 

De fato, ataques de ransomware geralmente não é um evento único. Na verdade, isso pode acontecer várias vezes na mesma empresa.

Independentemente de se uma organização sofreu um incidente ou não, é importante monitorar toda a gama de redes e aplicativos em todo o cenário de TI de forma contínua, em vez de avaliações periódicas. 

Com esse tipo de visibilidade constante, as empresas sabem se estão comprometidas ou seguras.

É cada vez mais importante para bancos e Fintechs construírem uma base sólida, adotando tecnologias e processos de segurança que potencializem sua capacidade de detectar ataque cibernético a instituições financeiras o mais cedo possível. 

Existem algumas maneiras pelas quais essas tecnologias podem ajudar as instituições a se protegerem, incluindo o fornecimento de um contexto importante para comportamentos anômalos, sinalizando indicadores conhecidos de comprometimento e acelerando a detecção e a resposta a ameaças. 

Entretanto, a detecção por si só não impede que os cibercriminosos ataquem.

Depois que atividades suspeitas que podem indicar etapas iniciais de um ataque são detectadas, é importante que as empresas tenham controles em vigor para interromper atividades futuras e um plano de resposta a incidentes para mitigar o ataque.

Criptografia e integridade de dados também fazem parte da estratégia de proteção contra ataques cibernéticos

As pessoas usarão qualquer aplicativo financeiro com base na confiança de que seus dados estão seguros em suas mãos, e é por isso que as violações de dados via Ransomware são tão prejudiciais à reputação de bancos e Fintechs.

Além de estabelecer confiança, a criptografia também é uma das maneiras mais fáceis de cumprir a maioria das regulamentações governamentais. Na verdade, muitas agências de controle até exigem isso.

Por exemplo, além da LGPD, os padrões de segurança de dados da indústria de cartões de pagamento (PCI DSS) exigem que as empresas criptografem as informações do cartão de crédito antes de armazená-las em seu banco de dados. 

Criptografar dados é crucial.

No entanto, criptografar dados somente durante o armazenamento não é suficiente. A menos que você não tenha planos de mover seus dados, criptografá-los durante o transporte é igualmente crucial.

Isso porque os cibercriminosos podem espionar as conexões do servidor de aplicativos e interceptar quaisquer dados enviados.

Backup e recuperação de desastres como a maneira mais eficiente para diminuir o tempo de inatividade das instituições financeiras

O planejamento de possíveis interrupções pode reduzir os impactos para bancos, Fintechs e outras instituições financeiras não apenas um tempo valioso, mas também quantias significativas de dinheiro em termos de receita perdida, credibilidade e serviços de recuperação. 

Um relatório recente feito pela Sophos, “State of Ransomware 2021”,  mostrou que o custo total médio de recuperação de um ataque de ransomware pode chegar a US$ 2 milhões.

Criar um plano contra o ataque cibernético a instituições financeiras antes que ocorra um desastre também coloca as organizações em uma posição melhor para evitar o pagamento de resgates devido à capacidade de retomar as operações. 

Uma sólida capacidade de recuperação de desastres pode limitar o impacto dos ataques cibernéticos a uma pequena interrupção, em vez de um evento que termina uma empresa.

CipherTrust Data Security Platform Permite a Proteção Contra Ataque Cibernético a Instituições Financeiras

De acordo com o IDC, mais de 175 zetabytes de dados serão criados até 2025, e hoje mais da metade de todos os dados corporativos são armazenados na nuvem. 

Para lidar com a complexidade de onde os dados são armazenados, a CipherTrust Data Security Platform oferece recursos fortes para proteger e controlar o acesso a dados confidenciais em bancos de dados, arquivos e contêineres contra ataques cibernéticos. Tecnologias específicas incluem:

CipherTrust Transparent Encryption

Criptografa dados em ambientes locais, em nuvem, banco de dados, arquivos e Big Data com controles de acesso abrangentes e registro de auditoria de acesso de dados detalhado que pode impedir os ataques cibernéticos mais maliciosos.

CipherTrust Database Protection

Fornece criptografia transparente ao nível de coluna de dados estruturados e confidenciais que residem em bancos de dados, como cartão de crédito, números de previdência social, números de identificação nacional, senhas e endereços de e-mail.

CipherTrust Application Data Protection

Oferece APIs para que os desenvolvedores adicionem rapidamente criptografia e outras funções criptográficas a seus aplicativos, enquanto o SecOps controla as chaves de criptografia.

CipherTrust Tokenization

Oferece serviços de tokenização de dados ao nível de aplicativo em duas soluções convenientes que oferecem flexibilidade ao cliente – Token sem Vault com mascaramento de dados dinâmico baseado em políticas e Tokenização em Vault.

CipherTrust Batch Data Transformation

Fornece serviços de mascaramento de dados estáticos para remover informações confidenciais de bancos de dados de produção, para que as questões de conformidade e segurança sejam aliviadas ao compartilhar um banco de informações com terceiros para análise, teste ou outro processamento.

CipherTrust Manager

Centraliza chaves, políticas de gerenciamento e acesso a dados para todos os produtos CipherTrust Data Security Platform e está disponível em formatos físicos e virtuais compatíveis com FIPS 140-2 Nível 3.

CipherTrust Cloud Key Manager

Oferece o gerenciamento do ciclo de vida de sua própria chave (BYOK) para muitos provedores de infraestrutura, plataforma e software como serviço na nuvem.

CipherTrust KMIP Server

Centraliza o gerenciamento de chaves para o protocolo de interoperabilidade de gerenciamento de chaves (KMIP) comumente usado em soluções de armazenamento.

CipherTrust TDE Key Manager

Centraliza o gerenciamento de chaves para criptografia encontrada em Oracle, SQL e Always Encrypted SQL.

O portfólio de produtos de proteção de dados que compõe a solução CipherTrust Data Security Platform permite que as empresas protejam dados em repouso e em movimento em todo o ecossistema de TI e garante que as chaves dessas informações estejam sempre protegidas e apenas sob seu controle. 

Ela simplifica a segurança dos dados, melhora a eficiência operacional e acelera o tempo de conformidade. Independentemente de onde seus dados residem.

A plataforma CipherTrust garante que seus dados estejam seguros, com uma ampla gama de produtos e soluções comprovados e líderes de mercado para implantação em data centers, ou aqueles gerenciados por provedores de serviços em nuvem (CSPs) ou provedores de serviços gerenciados (MSPs), ou como um serviço baseado em nuvem gerenciado pela Thales, empresa líder no segmento de segurança.

Portfólio de ferramenta que garante a proteção de dados contra o Cibercrime

Com os produtos de proteção de dados do CipherTrust Data Security Platform, sua empresa pode:

Reforçar a segurança e a conformidade contra ataques cibernéticos

Os produtos e soluções de proteção de dados CipherTrust abordam as demandas de uma série de requisitos de segurança e privacidade, incluindo a identificação eletrônica, autenticação e confiança, Padrão de Segurança de Dados da Indústria de Cartões de Pagamento (PCI DSS), Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), entre outros requisitos de conformidade.

Otimiza a eficiência da equipe e dos recursos

CipherTrust Data Security Platform oferece o mais amplo suporte para casos de uso de segurança de dados no setor, com produtos desenvolvidos para trabalhar em conjunto, uma linha única para suporte global, um histórico comprovado de proteção contra ameaças em evolução e o maior ecossistema de parcerias de segurança de dados do setor. 

Com foco na facilidade de uso, APIs para automação e gerenciamento responsivo, a solução CipherTrust Data Security Platform garante que suas equipes possam implementar, proteger e monitorar rapidamente a proteção do seu negócio. 

Além disso, serviços profissionais e parceiros estão disponíveis para design, implementação e assistência de treinamento para garantir rapidez e confiabilidade em implementações com o mínimo de tempo de sua equipe.

Reduz o custo total de propriedade

O portfólio de proteção de dados do CipherTrust Data Security Platform oferece um amplo conjunto de produtos e soluções de segurança de dados que podem ser facilmente dimensionados, expandidos para novos casos de uso e têm um histórico comprovado de proteção de tecnologias novas e tradicionais. 

Com o CipherTrust Data Security Platform, as empresas podem preparar seus investimentos para o futuro enquanto reduz custos operacionais e despesas de capital.

Sobre a Eval

Com uma trajetória de liderança e inovação que remonta a 2004, a Eval não apenas acompanha as tendências tecnológicas, mas também estamos em uma busca incessante para trazer novidades oferecendo soluções e serviços que fazem a diferença na vida das pessoas.

Com valor reconhecido pelo mercado, as soluções e serviços da EVAL atendem aos mais altos padrões regulatórios das organizações públicas e privadas, tais como o SBIS, ITI, PCI DSS, e a LGPD. Na prática, promovemos a segurança da informação e o compliance, o aumento da eficiência operacional das empresas, além da redução de custos.

Inove agora, lidere sempre: conheça as soluções e serviços da Eval e leve sua empresa para o próximo nível.

Eval, segurança é valor.

Categorias
Proteção de dados

Ataques cibernéticos: como prevenir na área de saúde

Os ataques cibernéticos na área de saúde aumentaram 45% globalmente no final de 2020, de acordo com relatório da Check Point, o dobro da taxa de ataques em outros setores, com os cibercriminosos tirando proveito da tempestade perfeita de novas tecnologias sendo implementadas rapidamente e os esforços da equipe concentrados na pandemia. 

Em comparação com o setor financeiro, as organizações de saúde costumam ser mais vulneráveis ​​aos ataques cibernéticos

As organizações financeiras estão melhor protegidas hoje porque o setor investiu muito tempo e dinheiro para melhorar a situação, elas gastam aproximadamente 15 por cento de seus orçamentos anuais de TI em cibersegurança. Em comparação, a maioria das organizações de saúde que precisam de equipes dedicadas de cibersegurança gastam apenas cerca de 4 ou 5 por cento nesse investimento.

A motivação dos cibercriminosos é financeira. Um registro de saúde contém não apenas os números da previdência social e CPF, mas também detalhes do empregador, detalhes do seguro e dados de prescrição. 

Na prática, os cibercriminosos podem usar essas informações para registrar reclamações de seguro fraudulentas, comprar medicamentos ou equipamentos médicos com elas e podem até registrar declarações de impostos fraudulentas. 

Os dados no registro de saúde de uma pessoa contêm detalhes suficientes para ajudar a roubar identidades. Se cibercriminosos não estiverem procurando fazer algo sozinhos, eles poderiam vender as informações na dark web.

No entanto, o uso principal não é explorar dados individuais, mas lançar um ataque de ransomware, onde cibercriminosos se infiltram na rede do hospital, obtêm acesso à saúde e bloqueiam o hospital fora do sistema, mantendo os dados do paciente como reféns até que a instituição de saúde pague o resgate.

Desafios de cibersegurança na saúde

Os ataques cibernéticos mais recentes não são necessariamente a maior ameaça cibernética de uma organização. O Relatório de investigações de violação de dados de 2016 da Verizon descobriu que a maioria das violações é sobre dinheiro e os invasores geralmente seguem o caminho mais fácil para obter as informações de que precisam. 

Consequentemente, muitos dos ataques cibernéticos comuns continuam a ser problemáticos nos cuidados de saúde, incluindo:

  • Malware e ransomware: os cibercriminosos usam malware e ransomware para desligar dispositivos individuais, servidores ou mesmo redes inteiras. Em alguns casos, um resgate é exigido para retificar a criptografia;
  • Ameaças da nuvem: uma quantidade cada vez maior de informações de saúde protegidas está sendo armazenada na nuvem. Sem a criptografia adequada, isso pode ser um ponto fraco para a segurança das organizações de saúde;
  • Sites enganosos: criminosos cibernéticos inteligentes criaram sites com endereços semelhantes a sites confiáveis. Alguns simplesmente substituem .com por .gov, dando ao usuário incauto a ilusão de que os sites são iguais.
  • Ataques de phishing: essa estratégia envia grandes quantidades de e-mails de fontes aparentemente confiáveis ​​para obter informações confidenciais dos usuários;
  • Pontos cegos de criptografia: embora a criptografia seja crítica para proteger os dados de saúde, ela também pode criar pontos cegos onde os hackers podem se esconder das ferramentas destinadas a detectar violações;
  • Erro do funcionário: os funcionários podem deixar as organizações de saúde suscetíveis aos ataques cibernéticos por meio de senhas fracas, dispositivos não criptografados e outras falhas de conformidade.

À medida que as organizações buscam proteger as informações de seus pacientes contra os ataques cibernéticos crescentes, a demanda por uma infraestrutura de segurança e de profissionais de informática em saúde que estão familiarizados com o estado atual da segurança cibernética na área de saúde está aumentando, mas ainda é um grande desafio.

Estratégias para melhorar a segurança e evitar ataques cibernéticos

Devido ao impacto financeiro significativo das violações de dados na área de saúde, os gestores de saúde estão buscando estratégias e investimentos para garantir que as organizações médicas permaneçam seguras.

De acordo com HealthIT.gov, Escritório do Coordenador Nacional de Tecnologia da Informação em Saúde dos EUA, organizações de saúde individuais podem melhorar sua segurança cibernética implementando as seguintes práticas:

1. Estabeleça uma cultura de segurança visando reduzir ataques cibernéticos

O treinamento e a educação em segurança cibernética enfatizam que cada membro da organização é responsável por proteger os dados do paciente, criando uma cultura de segurança.

2. Proteja os dispositivos móveis

Um número crescente de provedores de saúde está usando dispositivos móveis no trabalho. A criptografia e outras medidas de proteção são essenciais para garantir a segurança de todas as informações nesses dispositivos.

3. Manter bons hábitos de computador

A integração de novos funcionários deve incluir treinamento sobre as melhores práticas para o uso do computador, incluindo software e manutenção do sistema operacional.

4. Use um firewall

Basicamente, qualquer coisa conectada à Internet deve ter um firewall.

5. Instale e mantenha o software antivírus

Simplesmente instalar o software antivírus não é suficiente. Atualizações contínuas são essenciais para garantir que os sistemas de saúde recebam a melhor proteção possível a qualquer momento.

6. Planeje para os ataques cibernéticos inesperados

Os arquivos devem ser copiados regularmente para uma restauração de dados rápida e fácil. As organizações devem considerar o armazenamento dessas informações de backup longe do sistema principal, se possível.

7. Controle o acesso às informações protegidas de saúde

O acesso às informações protegidas deve ser concedido apenas àqueles que precisam visualizar ou usar os dados.

8. Use senhas fortes e altere-as regularmente

O relatório da Verizon descobriu que 63% das violações de dados confirmadas envolviam o aproveitamento de senhas que eram padrão, fracas ou roubadas. Os funcionários da área de saúde não devem apenas usar senhas fortes, mas garantir que sejam alteradas regularmente.

9. Limitar o acesso à rede

Qualquer software, aplicativo e outras adições aos sistemas existentes não devem ser instalados pela equipe sem o consentimento prévio das autoridades organizacionais competentes.

10. Controlar o acesso físico também evita ataques cibernéticos

Os dados também podem ser violados quando os dispositivos físicos são roubados. Computadores e outros aparelhos eletrônicos que contêm informações protegidas devem ser mantidos em salas trancadas em áreas seguras.

Além dessas recomendações, os profissionais de dados de saúde estão continuamente desenvolvendo novas estratégias e melhores práticas para garantir a segurança de dados de saúde confidenciais, protegendo o paciente e a organização de perdas financeiras e outras formas de danos.

A solução CipherTrust Data Security Platform permite que as instituições de saúde protejam sua estrutura contra ataques cibernéticos

De acordo com o IDC, mais de 175 zetabytes de dados serão criados até 2025, e hoje mais da metade de todos os dados corporativos são armazenados na nuvem. 

Para lidar com a complexidade de onde os dados são armazenados, a solução CipherTrust Data Security Platform oferece recursos fortes para proteger e controlar o acesso a dados confidenciais em bancos de dados, arquivos e contêineres. Tecnologias específicas incluem:

CipherTrust Transparent Encryption

Criptografa dados em ambientes locais, em nuvem, banco de dados, arquivos e Big Data com controles de acesso abrangentes e registro de auditoria de acesso de dados detalhado que pode impedir os ataques mais maliciosos.

CipherTrust Database Protection

Fornece criptografia transparente ao nível de coluna de dados estruturados e confidenciais que residem em bancos de dados, como cartão de crédito, números de previdência social, números de identificação nacional, senhas e endereços de e-mail.

CipherTrust Application Data Protection

Oferece APIs para que os desenvolvedores adicionem rapidamente criptografia e outras funções criptográficas a seus aplicativos, enquanto o SecOps controla as chaves de criptografia.

CipherTrust Tokenization

Oferece serviços de tokenização de dados ao nível de aplicativo em duas soluções convenientes que oferecem flexibilidade ao cliente – Token sem Vault com mascaramento de dados dinâmico baseado em políticas e Tokenização em Vault.

CipherTrust Batch Data Transformation

Fornece serviços de mascaramento de dados estáticos para remover informações confidenciais de bancos de dados de produção, para que as questões de conformidade e segurança sejam aliviadas ao compartilhar um banco de informações com terceiros para análise, teste ou outro processamento.

CipherTrust Manager

Centraliza chaves, políticas de gerenciamento e acesso a dados para todos os produtos CipherTrust Data Security Platform e está disponível em formatos físicos e virtuais compatíveis com FIPS 140-2 Nível 3.

CipherTrust Cloud Key Manager 

Oferece o gerenciamento do ciclo de vida de sua própria chave (BYOK) para muitos provedores de infraestrutura, plataforma e software como serviço na nuvem.

CipherTrust KMIP Server

Centraliza o gerenciamento de chaves para o protocolo de interoperabilidade de gerenciamento de chaves (KMIP) comumente usado em soluções de armazenamento.

CipherTrust TDE Key Manager

Centraliza o gerenciamento de chaves para criptografia encontrada em Oracle, SQL e Always Encrypted SQL.

O portfólio de produtos de proteção de dados que compõe a solução CipherTrust Data Security Platform permite que as instituições de saúde protejam dados em repouso e em movimento em todo o ecossistema de TI e garante que as chaves dessas informações estejam sempre protegidas e apenas sob seu controle. 

Ela simplifica a segurança dos dados, melhora a eficiência operacional e acelera o tempo de conformidade. Independentemente de onde seus dados residem.

A plataforma CipherTrust garante que seus dados estejam seguros, com uma ampla gama de produtos e soluções comprovados e líderes de mercado para implantação em data centers, ou aqueles gerenciados por provedores de serviços em nuvem (CSPs) ou provedores de serviços gerenciados (MSPs), ou como um serviço baseado em nuvem gerenciado pela Thales, empresa líder no segmento de segurança.

Portfólio de ferramenta que garante a proteção de dados contra ataques cibernéticos

Com os produtos de proteção de dados do CipherTrust Data Security Platform, sua instituição de saúde pode:

Reforçar a segurança e a conformidade contra ataques cibernéticos

Os produtos e soluções de proteção de dados CipherTrust abordam as demandas de uma série de requisitos de segurança e privacidade, incluindo a identificação eletrônica, autenticação e confiança, Padrão de Segurança de Dados da Indústria de Cartões de Pagamento (PCI DSS), Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), entre outros requisitos de conformidade.

Otimiza a eficiência da equipe e dos recursos

CipherTrust Data Security Platform oferece o mais amplo suporte para casos de uso de segurança de dados no setor, com produtos desenvolvidos para trabalhar em conjunto, uma linha única para suporte global, um histórico comprovado de proteção contra ameaças em evolução e o maior ecossistema de parcerias de segurança de dados do setor. 

Com foco na facilidade de uso, APIs para automação e gerenciamento responsivo, a solução CipherTrust Data Security Platform garante que suas equipes possam implementar, proteger e monitorar rapidamente a proteção do seu negócio. 

Além disso, serviços profissionais e parceiros estão disponíveis para design, implementação e assistência de treinamento para garantir rapidez e confiabilidade em implementações com o mínimo de tempo de sua equipe.

Reduz o custo total de propriedade

O portfólio de proteção de dados do CipherTrust Data Security Platform oferece um amplo conjunto de produtos e soluções de segurança de dados que podem ser facilmente dimensionados, expandidos para novos casos de uso e têm um histórico comprovado de proteção de tecnologias novas e tradicionais. 

Com o CipherTrust Data Security Platform, as instituições de saúde podem preparar seus investimentos para o futuro enquanto reduz custos operacionais e despesas de capital.

Sobre a Eval

Com uma trajetória de liderança e inovação que remonta a 2004, a Eval não apenas acompanha as tendências tecnológicas, mas também estamos em uma busca incessante para trazer novidades oferecendo soluções e serviços que fazem a diferença na vida das pessoas.

Com valor reconhecido pelo mercado, as soluções e serviços da EVAL atendem aos mais altos padrões regulatórios das organizações públicas e privadas, tais como o SBIS, ITI, PCI DSS, e a LGPD. Na prática, promovemos a segurança da informação e o compliance, o aumento da eficiência operacional das empresas, além da redução de custos.

Inove agora, lidere sempre: conheça as soluções e serviços da Eval e leve sua empresa para o próximo nível.

Eval, segurança é valor.

Categorias
Proteção de dados

Políticas de Segurança: Sucesso em apenas 41% das Empresas

Embora os ataques cibernéticos e ameaças sejam uma luta contínua, eles podem ser evitados estando ciente das políticas de segurança, dos vários tipos de protocolos, explorações, ferramentas e recursos usados ​​por pessoas mal intencionadas.

Além disso, saber onde e como esperar os ataques garante que você esteja criando medidas preventivas para proteger seus sistemas.

Ataques cibernéticos, ameaças e vandalismo são um problema perigoso e crescente para as empresas. Quase todas as empresas modernas exigem uma rede de computadores, servidores, impressoras, switches, pontos de acesso e roteadores para operar. 

O objetivo primordial de qualquer política de segurança de TI é cumprir todas as legislações vigentes e outros requisitos de segurança visando proteger a integridade dos seus membros e dos dados corporativos que residem na infraestrutura de tecnologia da empresa.

Mas esse desafio ainda é para poucos. É o que mostra o estudo realizado pelo Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), onde 41% das companhias brasileiras têm políticas de segurança contra ataques cibernéticos que são bem estabelecidas.

A implementação dessas políticas é considerada uma prática recomendada ao desenvolver e manter um programa de segurança cibernética. À medida que mais empresas desenvolvem programas digitais, é necessário ter políticas de segurança eficazes para combater efetivamente os ataques cibernéticos. 

O que é uma política de segurança e, por que ela é importante no combate aos ataques cibernéticos?

Basicamente, uma política de segurança é um conjunto de práticas e procedimentos padronizados projetados para proteger a rede de uma empresa contra ameaças. 

Normalmente, a primeira parte da política de segurança cibernética concentra-se nas expectativas, funções e responsabilidades gerais de segurança na organização. A segunda parte pode incluir seções para várias áreas de segurança cibernética, como diretrizes para software antivírus ou o uso de aplicativos em nuvem.

Por padrão, o CISO lidera o desenvolvimento e as atualizações de uma política de segurança. No entanto, os CISOs também devem trabalhar com executivos de outros departamentos para criar políticas atualizadas de forma colaborativa. 

As equipes devem começar com uma avaliação de risco de segurança cibernética para identificar as vulnerabilidades da organização e as áreas de preocupação que são suscetíveis contra ataques cibernéticos e violação de dados. 

É importante entender a tolerância da organização a diversos riscos de segurança, destacando as preocupações classificadas como de baixo risco e aquelas que ameaçam a sobrevivência da organização. A equipe deve então considerar os requisitos regulamentares que deve cumprir para manter a conformidade.

Os CISOs podem então determinar que nível de segurança deve ser implementado para as lacunas de segurança e áreas de preocupação identificadas. Lembre-se de que os CISOs devem combinar o nível de proteção exigido com a tolerância de risco da organização. 

Ao fazer isso, a organização garante que as áreas com a menor tolerância ao risco obtenham o mais alto nível de segurança.

Quais são os problemas de segurança da informação que as políticas de segurança cibernética devem abordar contra ataques cibernéticos?

Se sua organização não possui uma política de segurança da informação para alguma área de preocupação, a segurança nessa área provavelmente está em risco: desorganizada, fragmentada e ineficaz. 

Os problemas que as políticas de segurança devem abordar diferem entre as organizações, mas alguns dos mais importantes incluem:

Segurança física

Como a segurança é tratada em data centers, salas de servidores e terminais nos escritórios da empresa e em outros lugares?

As políticas de segurança física atendem a uma ampla gama de objetivos, incluindo gerenciamento de acesso, monitoramento e identificação de áreas seguras.

Retenção de dados

Quais dados a empresa coleta e processa? Onde, como e por quanto tempo deve ser armazenado?

As políticas de retenção de dados afetam várias áreas, incluindo segurança, privacidade e conformidade.

Criptografia de dados

Como a organização lida com o armazenamento seguro e a transmissão de dados?

Além dos objetivos de criptografia, as políticas de criptografia de dados também podem discutir objetivos e regras em torno do gerenciamento e autenticação de chaves.

Controle de acesso

Quem pode acessar dados confidenciais e quais sistemas devem ser implementados para garantir que os dados confidenciais sejam identificados e protegidos contra acesso não autorizado?

Treinamento de segurança

A segurança depende tanto das pessoas quanto da tecnologia e dos sistemas.

O erro humano contribui para muitas violações de segurança que poderiam ter sido evitadas se os funcionários e executivos recebessem treinamento suficiente. 

Gerenciamento de risco

As políticas de gerenciamento de risco de segurança da informação se concentram em metodologias de avaliação de risco, na tolerância da organização aos riscos em vários sistemas e em quem é responsável pelo gerenciamento de ameaças. 

Continuidade de negócios

Como sua organização reagirá durante um incidente de segurança que ameace processos e ativos críticos de negócios? 

A segurança e a continuidade dos negócios interagem de várias maneiras: as ameaças à segurança podem rapidamente se tornar riscos à continuidade dos negócios, os processos e a infraestrutura que as empresas usam para manter o curso do negócio devem ser projetados tendo a proteção em mente. 

Abordamos apenas alguns pontos importantes das políticas de segurança relevantes para empresas em muitos setores diferentes.

Mas, cada organização difere, e o conteúdo das políticas devem ser ajustados às circunstâncias exclusivas de seu negócio, devendo  evoluir conforme as circunstâncias mudam.

Compromisso com os principais requisitos de proteção e conformidade

A Eval e a THALES podem te ajudar a desenvolver as políticas de segurança de sua empresa, cumprindo com os principais requisitos de proteção e conformidade

As empresas devem priorizar os riscos de dados, criando uma política de classificação com base na sensibilidade dos dados. 

Devem ser desenvolvidas e implementadas políticas que determinem quais tipos de informações são confidenciais e quais métodos, como criptografia, devem ser usados ​​para proteger essas informações. 

Além disso, as empresas devem monitorar a transmissão de informações para garantir que as políticas sejam cumpridas e eficazes.

Felizmente, novas soluções de tecnologia podem ajudar as empresas a obter visibilidade total de seus dados confidenciais e fortalecer sua conformidade com requisitos de proteção, a exemplo da Lei Geral de Proteção de Dados(LGPD)

A plataforma de segurança de dados CipherTrust permite que as organizações descubram suas informações confidenciais, avaliem o risco associado a esses dados e, em seguida, definam e apliquem políticas de segurança. 

Além de facilitar a conformidade com a lei de proteção de dados a qualquer momento, sua empresa pode economizar dinheiro e, ao mesmo tempo, conquistar a confiança de seus clientes e parceiros.

Sua empresa atingindo a conformidade com ajuda da Eval

Uma forte política de segurança da informação é a cola que une todos os controles de segurança e requisitos de conformidade e é o documento que descreve a estratégia de proteção e privacidade em toda a organização. 

Ao mesmo tempo, pode ser uma ótima ferramenta de responsabilidade quando se trata de confiança ao consumidor. Para ser eficaz, uma política de segurança deve ser aceita por toda a empresa para gerenciar e atualizar com eficácia os controles de segurança necessários em um mundo de risco cibernético em constante mudança. 

Se for bem gerenciado e seguido de acordo, o gerenciamento de políticas é a base para alcançar a conformidade com a LGPD ou qualquer outra regulamentação de privacidade futura.

Ao aplicar estruturas como LGPD, maior controle é devolvido às pessoas / consumidores. Esse controle extra ajuda muito a aumentar o nível de confiança que as pessoas sentem em relação às empresas. E, por sua vez, pode aumentar receitas e lucros.

Os requisitos da LGPD são muito mais do que uma lista de verificação e se sua organização processa os dados pessoais dos titulares dos dados aqui no Brasil, você deve dedicar algum tempo para explorar os controles de segurança que possui para dar suporte aos requisitos da lei de proteção e privacidade e garantir que as informações pessoais sejam protegidas e processadas de forma adequada.

As organizações devem ser transparentes com seus clientes sobre suas bases legais para a coleta de dados e devem oferecer-lhes controle sobre se desejam ou não compartilhar seus dados com outras pessoas. 

Em seguida, as organizações devem seguir adiante e garantir que eles usem apenas os dados que coletam para os fins inicialmente descritos, sempre dentro dos limites do consentimento fornecido por seus clientes, e se certificar de que respeitam todos os seus direitos concedidos a eles nos termos da nova legislação.

Para saber mais sobre a Plataforma de segurança de dados CipherTrust entre em contato agora mesmo com os especialistas da Eval.

Relatório de ameaças de dados da Thales de 2021

Sobre a Eval 

Com uma trajetória de liderança e inovação que remonta a 2004, a Eval não apenas acompanha as tendências tecnológicas, mas também estamos em uma busca incessante para trazer novidades oferecendo soluções e serviços que fazem a diferença na vida das pessoas.

Com valor reconhecido pelo mercado, as soluções e serviços da Eval atendem aos mais altos padrões regulatórios das organizações públicas e privadas, tais como o SBIS, ITI, PCI DSS, e a LGPD. Na prática, promovemos a segurança da informação e o compliance, o aumento da eficiência operacional das empresas, além da redução de custos.  

Inove agora, lidere sempre: conheça as soluções e serviços da Eval e leve sua empresa para o próximo nível.  

Eval, segurança é valor.