Pesquisar
Close this search box.
Categorias
Proteção de dados

Ransomware: Por que 51% das empresas não estão preparadas? Saiba como se defender

51% das organizações não têm um plano formal de ransomware – você é uma delas? 

O recente Relatório de Ameaças de Dados Thales de 2023, revelou que 51% das organizações não têm um plano formal de ransomware.  

Também destacou o erro humano como uma causa primária de violações de dados, a crescente importância da soberania digital e os desafios enfrentados na segurança de ambientes de multicloud. 

Além disso, revelou que 49% dos profissionais de TI relataram um aumento nos ataques de ransomware, e 22% das organizações passaram por essa ação criminosa nos últimos 12 meses.  

O ransomware paralisa as operações comerciais e bloqueia o acesso a dados críticos até que o ataque seja resolvido – uma ameaça importante para as organizações em termos de custo e reputação.

Além dos controles de perímetro existentes, é necessária uma abordagem centrada em dados para proteger dados críticos contra criptografia por processos não autorizados. 

Sem dúvidas, conforme a tecnologia aumenta os ataques ficam mais sofisticados. Podemos citar como exemplo, a Inteligência Artificial Generativa (IA) que é usada para aumentar em volume e nível de sucesso esses ataques.  

Portanto, o cenário que vivenciamos na era digital ainda vai mudar muito em todos os sentidos. Da maneira como navegamos na internet, usamos os aplicativos e a proteção de dados dos clientes. E acima de tudo, nossa perspectiva sobre a cibersegurança.  

Então, temos um longo caminho a percorrer para essa mudança de chave: de uma atitude reativa para uma proativa com utilização de ferramentas especializadas em estratégias para detecção e resposta a ameaças cibernéticas, gestão de identidade e acessos, treinamento e conscientização de colaboradores. 

Queremos que você comece pensando nessas questões: 

  • Por que na minha empresa ainda não tem uma equipe que cuide da segurança de dados e digital? 
  • Quantas vezes você já verificou se realmente o mundo digital da sua empresa é seguro?  
  • Se um cibercriminoso quisesse agora praticar um ransomware contra a sua empresa, ele conseguiria? 

Este artigo é um alerta para você. Também uma solução para se preparar estrategicamente contra ataques de ransomware.  

dica do especialista
dica do especialista 500x100
dica do especialista 300x100

O que é ransomware? 

Vamos relembrar o conceito desse ataque. A palavra “ransom” em inglês significa resgate. Por isso, a principal característica é bloquear o computador e pagar o resgate para desbloqueá-lo.  

Assim, um ransomware é um software malicioso (um tipo de malware) que acessa o dispositivo para roubar dados e informações em todo sistema operacional ou apenas alguns arquivos. O quanto é roubado vai depender da intenção do criminoso.  

Como já comentamos acima sobre a IA, algoritmos avançados têm sido utilizados nesses ataques justamente para identificar todas as características do alvo. Por exemplo, quanto na conta bancária está disponível para que seja exigido o valor da extorsão. Entre outras vulnerabilidades especificas em rede e sistemas.  

O que tem chamado atenção de especialistas na área da cibersegurança e o quanto os criminosos estão se atualizando em táticas e tecnologias. Mas as empresas não estão em paralelo reforçando e utilizando soluções inovadoras e tecnológicas no mesmo nível para se protegerem.  

Quais são os tipos de ransomware? 

Existem duas categorias principais de ransomware: bloqueio e criptografia. Confira a diferença entre cada um: 

Ransomware de bloqueio:  

Este tipo de ransomware impede que os usuários realizem funções básicas no computador. Por exemplo, o acesso a área de trabalho pode ser negado, enquanto as funções do mouse e do teclado são parcialmente desabilitadas.  

Assim, você continua a interagir com a janela que terá o pedido de resgate. O ransomware de bloqueio não tem como alvo arquivos críticos, ele somente deixa todo o sistema inoperável. Então, a destrição de arquivos tem uma probabilidade baixa.  

Ransomware de criptografia: 

Já neste tipo, o objetivo é criptografar seus documentos, como fotos, vídeos e áudios. Mas, as funções do computador não serão alteradas. Geralmente, isso pode causar mais pânico porque os usuários não conseguem visualizar os documentos e não sabem como os criminosos podem se aproveitar do conteúdo. 

Algumas vezes há uma contagem regressiva para o pagamento do resgate: “Você tem até x data para fazer o pagamento ou seus arquivos serão excluídos.”  

Devido à falta de consciência sobre a importância de realizar backups em serviços de armazenamento em nuvem ou em dispositivos externos, muitas vítimas a pagam o resgate para recuperar seus dados. 

Ransomware: Cenário Atual 

Gangue Akira 

Você sabia que a gangue Akira, formada em 2023, já obteve mais de US$42 milhões em pagamento de resgastes de mais de 250 vítimas em todo o mundo?  

Foram empresas privadas e governamentais em vários setores, incluindo imobiliário, finanças e educação.  

Segundo o FBI, a gangue exige resgastes que variam de US$200 mil a alguns milhões. O grupo cria e implementa um criptografor Linux. Assim, explora máquinas virtuais VWware ESXi, que está em uso em muitas empresas e órgãos governamentais.  

No entanto, as primeiras versões foram desenvolvidas em C++, que foi recentemente alterado para Rust com uma extensão .poweranges para criptografia.  

Um dos últimos alvos de ransomware foram Universidade de Stanford e a filial da Nisan na Oceania. 

Junk Gun 

Não fique você pensando, que só grandes empresas podem sofrer esse ataque. Pois, existem agora versões para atingirem pequenas e médias empresas (PMEs), como o Junk Gun.  

O Junk Gun é um tipo de ransomware de baixa qualidade que vem ganhando mais espaço na dark web. Essa opção é produzida de forma independente e menos sofisticada. Além disso, vendida por um preço único, o que torna uma oportunidade para cibercriminosos atingirem PMEs e usuários.  

Bem diferente do modelo tradicional de ransomware como serviço (RaaS), baseado em afiliados que dominou o mercado durante uma década. Entretanto, alguns desses ecossistemas desapareceram e outros afiliados expressaram suas insatisfações com o sistema de lucros do RaaS. 

O preço médio dessas variantes de Junk Gun é de US$375, valor mais barato que um RaaS que custa por volta de US$1mil. Os argumentos de venda são que o produto precisa de pouca infraestrutura de suporte para operar e que os usuários não são obrigados a compartilhar seus lucros com os criadores do golpe.  

IA 

A Inteligência Artificial trouxe inovação para todos os campos, inclusive para ataques de ransomware. Com essa tecnologia, os cibercriminosos conseguem personalizar seus crimes. Ou seja, adaptam as abordagens conforme as características e fraquezas de cada alvo sem gastar tempo.  

Além disso, a IA é utilizada para automatizar parte do processo dos ataques. Portanto, estão mais rápidos e eficientes, aumentando o impacto e escalabilidade dessas operações.  

 A Sequoia, grande empresa de logística, usou o CipherTrust Transparent Encryption para proteção de dados contra ataque de ransomware. Assista ao vídeo.

 

Estágios de um ataque de ransomware 

Infecção Inicial: O ransomware entra no sistema através de e-mails de phishing, sites comprometidos ou vulnerabilidades de software. 

Pós-Exploração: Após o acesso, os atacantes podem usar ferramentas como RAT ou malware para estabelecer acesso interativo. 

Entender e Expandir: Os invasores exploram o sistema para encontrar acesso a outros domínios e sistemas, chamado de movimento lateral.  

 Coleta e exfriltação: Começa a identificação de dados valiosos (credenciais de login, informações pessoais dos clientes e propriedade intelectual) para roubar. Geralmente fazem download ou exportam uma cópia. 

 Implementação e envio de resgaste: O ransomware criptografa arquivos e desativa recursos de restauração, exigindo pagamento em criptomoeda em troca da chave de descriptografia, geralmente comunicando isso através de uma nota de resgate. 

Como se proteger de ransomware? 

Sim, é possível proteger sua empresa dessas ações criminosas. Temos dicas práticas e valiosas e também uma ferramenta que  

Conscientização e Treinamento:

Eduque os funcionários sobre os perigos do ransomware, como reconhecer e relatar possíveis ameaças. Treine-os em boas práticas de segurança cibernética, como não clicar em links suspeitos ou abrir anexos de e-mails desconhecidos. 

Atualizações e Patches:

Mantenha todos os sistemas operacionais, aplicativos e programas atualizados com os patches de segurança mais recentes. Isso ajuda a corrigir vulnerabilidades conhecidas que os hackers podem explorar. 

Firewalls e Antivírus:

Instale e mantenha firewalls e software antivírus atualizados em todos os dispositivos. Assim, eles podem ajudar a detectar e bloquear ameaças de ransomware antes que elas se tornem um problema. 

Filtragem de E-mails e Conteúdo:

Use filtros de e-mails e soluções de segurança de gateway da web para bloquear e-mails de phishing e sites maliciosos que podem distribuir ransomware. 

Restrições de Privilégios:

Implemente o princípio do “princípio mínimo de privilégio”, garantindo que os usuários tenham apenas as permissões necessárias para realizar suas funções. Isso reduz o impacto de um ataque de ransomware, limitando a capacidade do malware de se espalhar pela rede. 

Backup Regular e Armazenamento Seguro:

Faça backups regulares de todos os dados importantes e armazene-os em locais seguros, desconectados da rede quando possível. Isso permite a restauração dos dados sem pagar o resgate em caso de um ataque de ransomware bem-sucedido. 

Plano de Resposta a Incidentes:

Desenvolva e teste um plano de resposta a incidentes que inclua procedimentos claros para lidar com ataques de ransomware. Isso ajuda a minimizar o tempo de inatividade e o impacto caso ocorra um incidente. 

Monitoramento de Rede e Atividade Suspeita:

Implemente sistemas de monitoramento de rede e comportamento para detectar atividades suspeitas ou padrões incomuns que possam indicar um ataque em andamento. 

Segurança em Camadas:

Utilize uma abordagem em camadas para segurança cibernética, combinando diferentes tecnologias e estratégias de defesa para proteger contra várias ameaças, incluindo ransomware. 

Planejamento de Recuperação de Desastres:

Tenha um plano de recuperação de desastres abrangente que inclua procedimentos para restaurar sistemas e dados após um ataque de ransomware, minimizando assim o impacto nos negócios. 

Proteção contra ransomware

A Eval é uma revendedora oficial da Thales, que fornece às empresas soluções de segurança de dados e gerenciamento de acesso para mitigar ataques de ransomware.  

As soluções de segurança de dados e gerenciamento de acesso possuem os componentes mais essenciais do framework de cibersegurança para proteger organizações contra ransomware: 

  • Descobrir dados sensíveis e classificá-los de acordo com o risco.
  • Implementar controles robustos de gerenciamento de identidade e acesso.
  • Proteger e controlar dados sensíveis em repouso e em trânsito por meio de criptografia e tokenização.

Soluções da Thales contra ataques ransomware 

  • A proteção contra ransomware do CipherTrust Transparent Encryption é específica para monitorar atividades do tipo ransomware para interromper os processos maliciosos. 
  • Proteger dados em repouso de ataques de ransomware com o CipherTrust Data Security Platform. 
  • Implementar autenticação forte, acesso e gerenciamento de identidade com o SafeNet Trusted Access. 
  • Identificar e classificar dados sensíveis vulneráveis em toda a infraestrutura de TI híbrida com o CipherTrust Data Discovery and Classification. 
  • Proteger dados em trânsito com Thales High Speed Encryptors e garantir a segurança de dados em movimento. 

Texto na imagem: Ataque ransomware Saiba como proteger sua empresa e dados contra ransomware. Botão: Fale com a Eval

 

Categorias
Gerenciamento de segredos

O que é gerenciamento de segredos?

Se você é novo no gerenciamento de segredos ou é um profissional já experiente com o conceito e só quer atualizar seu pensamento, esse conteúdo chegou em um momento certo até você. 

Na tecnologia, usamos o termo segredos para abranger uma ampla gama de credenciais que são todas essenciais para a segurança. É uma realidade infeliz que dados e sistemas sensíveis serão sempre alvos de condutas maliciosas.  

No entanto, fique tranquilo. Vamos aprender mais sobre gerenciamento de segredos e como um sistema de gerenciamento centralizado diminui o risco de perder informações sensíveis. 

 O que são segredos? 

Segredos em DevOps, têm várias formas e nomes, mas seu propósito é conceder acesso privilegiado a sistemas e dados.  

Incluem objetos que autenticam identidades, como senhas, chaves de API, tokens, chaves SSH e certificados. Estamos mais familiarizados com senhas, que permitem que a máquina/aplicação saiba que essa pessoa provavelmente é um usuário autorizado.  

Apesar disso, quando falamos de segredos significa uma validação de acesso de máquina para máquina. Segredos devem ser mantidos seguros. Se o segredo for comprometido, os atacantes podem obter acesso a dados e/ou sistemas sensíveis. O que resulta em uma violação de dados ou outros incidentes de segurança.  

Alguns exemplos de segredos em uso são os seguintes:  

Dados e Sistemas: 

  • Credenciais de banco de dados que permitem que um contêiner acesse um servidor de banco de dados; 
  • Chaves SSH usadas por um administrador local para se conectar a um banco de dados; 
  • Autenticação para transações seguras entre sistemas híbridos e multi-cloud complexos. 

Aplicações: 

  • Chaves de API para serviços de terceiros; 
  • Senhas para acesso a bancos de dados; 
  • Aplicações containerizadas construídas como um conjunto combinado de microsserviços que usam segredos para interações seguras.  

Automação: 

  • Credenciais para um pipeline de CI/CD 
  • Token de acesso para um chatbot 

O que é gerenciamento de segredos? 

Gerenciamento de segredos é o processo de proteger, armazenar e controlar o acesso a informações sensíveis, como senhas, chaves de API, tokens e certificados, que são essenciais para a segurança e funcionamento de sistemas e aplicativos.  

Assim, esse processo garante que apenas usuários autorizados tenham acesso aos segredos necessários para realizar suas funções. Ao mesmo tempo em que protege essas informações contra acessos não autorizados e uso indevido. 

Além disso, envolve várias práticas e técnicas, incluindo a criptografia de dados, o armazenamento seguro de credenciais, a implementação de políticas de acesso e a rotação regular de chaves e senhas.  

Uma abordagem eficaz de gerenciamento de segredos requer uma combinação de medidas técnicas e procedimentos operacionais para garantir a segurança e integridade das informações confidenciais. 

Também desempenha um papel crucial na conformidade regulatória, ajudando as organizações a cumprir requisitos de segurança e privacidade de dados, como o Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR) e as normas de segurança da indústria, como o Padrão de Segurança de Dados do Setor de Cartões de Pagamento (PCI DSS). 

Por que usar o gerenciamento de segredos é importante? 

Quando a quantidade de segredos dentro da organização é pequena, o gerenciamento de segredos são responsabilidade do desenvolvedor ou administrador da aplicação ou serviço. 

Isso pode funcionar por um tempo. Entretanto, à medida que a tecnologia continua a ser a resposta para eficiências e produtividade, mais sistemas e aplicações são implantados. Consequentemente, levando o DevOps a automatizar as interações entre eles.  

Portanto, implantar e automatizar significa que mais segredos são necessários para autenticar os usuários e aplicações. Com o ritmo da tecnologia de hoje, não vai demorar muito para que sua empresa comece a perder o controle de todos os segredos. 

Espalhamento de segredos

Quando muito deles são criados acontece o “espalhamento de segredos”. Você pode ter ouvido falar sobre uma violação ou potencial violação em que um desenvolvedor gerenciou mal um segredo. E ele foi descoberto em texto simples dentro de um repositório público.  

Por isso, o gerenciamento de segredos de forma centralizada possibilita as seguintes práticas que mitigam os riscos: 

  • Criptografa segredos em vez de armazená-los em texto simples; 
  • Armazena segredos em um cofre digital com recursos de segurança em vigor; 
  • Possibilita a rotação automática de segredos; 
  • Garante acesso com o mínimo de privilégios para que usuários e aplicações tenham acesso apenas ao necessário para realizar tarefas requeridas; 
  • Rastreia o uso de segredos para fins de auditoria e conformidade. 

 Você pode ver a partir dos benefícios acima como o gerenciamento de segredos é uma prática sólida. Uma vantagem única que eleva sua segurança para um novo nível, especialmente com recursos de produto inovadores como segredos rotacionados automaticamente.  

Até mesmo sob demanda, ou quando a solução é protegida com um Módulo de Segurança de Hardware (HSM). 

Como funciona uma solução de gerenciamento de segredos? 

CipherTrust Secrets Management (CSM) é uma solução de Gerenciamento de Segredos de última geração da Thales, alimentada pela Plataforma Akeyless Vault. Solução que protege e automatiza o acesso a segredos essenciais para missões em ferramentas DevOps e cargas de trabalho na nuvem.  

Os novos recursos aprimoram as capacidades da plataforma de Segurança de Dados CipherTrust para ajudar equipes de segurança e governança a reduzir riscos, simplificando processos de segurança em suas operações. 

Assim, você pode reduzir o potencial de erros humanos e faça cumprir consistentemente políticas de segurança em toda a organização com: 

  • Gerenciamento centralizado para todos os tipos de segredos; 
  • Funcionalidade automatizada e fácil de usar para DevSecOps; 
  • Escalabilidade de SaaS (Software como Serviço) para ambientes híbridos e multinuvem; 
  • CipherTrust Secrets Management; 
  • Protegendo segredos em escala. 

Gerenciamento de Chaves e Gerenciamento de Segredos em uma Única Ferramenta  

Essas duas combinações oferecem um cofre fortificado para todos os seus ativos valiosos em um só lugar. Você conseguirá obter mais eficiência com um fornecedor para todas as suas necessidades de proteção de dados.  

Com uma única plataforma, você pode fazer a transição perfeita para a plataforma Akeyless Vault através de um gateway seguro sem precisar fazer login separadamente. 

Reduzir a Complexidade Operacional 

62% das organizações hoje não sabem quantas chaves ou certificados têm em toda a empresa. Dessa forma, isso as deixa vulneráveis a acessos não autorizados e violações.  

Outro fator, é a utilização de mais serviços e ferramentas que o DevSecOps utilizam para construir soluções. Pois, eles dependem de chaves e segredos para autenticar essas ferramentas e serviços entre si e com a nuvem. Consequentemente, a dispersão de segredos se torna um risco cada vez maior.  

Aprimore a Eficiência do DevSecOps com a Total Separação de Responsabilidades 

Em um ambiente DevSecOps, a total separação de responsabilidades envolve distribuir responsabilidades relacionadas ao gerenciamento de chaves, operações de criptografia e gerenciamento de segredos entre várias equipes ou indivíduos.  

A total separação de responsabilidades ajuda a prevenir violações de segurança, promove a responsabilidade e melhora a eficiência geral dos processos de desenvolvimento, segurança e operações. 

Soluções Híbridas e Multi-nuvem 

Migrar para a nuvem é uma transição, frequentemente resultando em ambientes híbridos e multi-nuvem, com alguns recursos localizados no local e outros distribuídos em várias nuvens públicas e privadas. O CSM foi projetado para funcionar em meio a esses ambientes e configurações. 

Integração Perfeita 

dica do especialista
dica do especialista 500x100
dica do especialista 300x100

Dica do Alejandro Kaun Sales Enginner sobre instalação de outros aplicativos com CipherTrust Secrets no gerencimaento de segredos.

O CSM, alimentado pelo Akeyless Vault, integra facilmente com outras aplicações de terceiros, como GitHub, Kubernetes, OpenShift e muito mais. 

Aplicações que podem se integrar com Cipher Trust Secrets Management
Aplicações que o CipherTrust Secrets Management se integra para ter um gerenciamento de segredos eficaz.

Implantação Rápida e Escalável 

CipherTrust Secrets Management é facilmente acessível a partir do painel através de um ícone, usando as mesmas credenciais usadas para acessar o CipherTrust Manager. Isso torna o início com o CSM rápido e sem esforço.  

Basta clicar no ícone de Gerenciamento de Segredos, selecionar a configuração com a qual deseja trabalhar e você estará pronto para ter controle sobre seus segredos. 

 Sobre a Eval  

Com uma trajetória de liderança e inovação que remonta a 2004, a Eval acompanha as tendências tecnológicas em uma busca incessante para trazer novidades oferecendo soluções e serviços que fazem a diferença na vida das pessoas. 

Atendemos aos mais altos padrões regulatórios das organizações públicas e privadas, tais como o SBIS, ITI, PCI DSS, e a LGPD. Na prática, promovemos a segurança da informação e o compliance, o aumento da eficiência operacional das empresas, além da redução de custos.  

Inove agora, lidere sempre: conheça as soluções e serviços da Eval e leve sua empresa para o próximo nível.  
Os segredos da sua empresa protegidos Melhore a eficiência DevOps. Botão: Saiba Mais

Categorias
Proteção de dados

Vazamentos de dados: como evitar na sua empresa

O Brasil enfrenta uma crise crescente de divulgações indevidas de registros pessoais e empresariais, ocupando o 12º lugar entre países com mais vazamento de dados em 2022.

Além disso, em 2021, ocorreu o maior vazamento de dados na história do país. O hacker Marcos Roberto Correia da Silva, o VandaTheGod, vazou informações privadas de 223 milhões de pessoas. Os dados estavam separados por número de CPF e acompanhados de informações de veículos cadastrados no Brasil.

O hacker foi preso no dia 09 de abril deste ano em Feira de Santana (BA). No entanto, ele já havia sido capturado pela primeira vez em 2021, durante a operação Deepwater. Mas, conseguiu fugir em 2023, rompendo a tornozeleira eletrônica.

Este é apenas um exemplo de como o vazamento de dados Brasil afetam a vida de muitas pessoas, deixando-as vulneráveis a golpes e fraudes. 

Apesar da implementação da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), os casos de roubo e vazamento de informações continuam a aumentar.

Neste artigo, analisaremos os motivos que levam o vazamentos de dados Brasil a serem um dos principais alvos de cibecriminosos. Também como a solução CipherTrust pode ajudar a sua empresa a proteger os dados pessoais dos seus clientes. 

Vazamentos de dados: as raízes do problema 

Os vazamentos de informações no Brasil têm várias causas, e para compreendê-las, é fundamental analisar o histórico de digitalização do país e a relação entre setores público e privado na defesa de informações pessoais. 

  • Digitalização acelerada e falhas de infraestrutura 

O processo de digitalização no Brasil ocorreu de forma rápida, mas nem sempre com a infraestrutura necessária para proteger adequadamente os registros pessoais. 

A pressão para acompanhar as tendências globais e a demanda crescente por serviços digitais levou a uma implementação acelerada de sistemas informatizados, muitas vezes deixando de lado aspectos cruciais de segurança. 

  • Vulnerabilidades no setor público 

A maior parte dos dados vazados no Brasil provém de órgãos públicos, onde processos de atualização tecnológica são lentos, e a falta de investimentos agrava a situação. 

Além disso, a implantação de sistemas de transparência sem critérios adequados contribui para a exposição de informações sensíveis, facilitando o acesso de cibe criminosos a essas informações. 

  • Problemas de design no setor privado 

No setor privado, as falhas de design nos sistemas de informação também contribuem para a vulnerabilidade dos registros. Um exemplo disso, é o uso de números de identificação pessoal, como CPF e RG, como chaves de acesso a informações e operações financeiras. 

Essa prática aumenta o valor desses dados para criminosos e amplifica a exposição de informações pessoais, tornando-as alvos fáceis para golpes e fraudes. 

  • Cultura de privacidade e segurança de dados insuficiente 

A falta de uma cultura de privacidade e segurança de informações no Brasil é outro fator que contribui para a vulnerabilidade das informações. 

Empresas e órgãos públicos nem sempre possuem políticas claras e efetivas para proteger os detalhes de seus clientes e usuários, resultando em falhas na proteção dessas informações. 

Desafios na implementação da LGPD e a insuficiência da ANPD contribuem para os vazamentos de dados

Embora a criação da LGPD e da ANPD (Agência Nacional de Proteção de Dados) represente um avanço no cenário de defesa de informações no Brasil, a aplicação efetiva dessas regulamentações ainda enfrenta desafios. 

A falta de recursos humanos e financeiros disponíveis para a ANPD, bem como a dificuldade de adaptar as organizações à nova legislação, limita o alcance das ações de combate a vazamentos de dados e fraudes. 

Esses fatores combinados criam um ambiente propício para cibercriminosos, que se aproveitam das fragilidades na salvaguarda de dados no Brasil para realizar ataques e obter ganhos financeiros. 

Para enfrentar esse cenário, é essencial investir em soluções eficientes, como a plataforma CipherTrust, e promover uma mudança cultural que valorize a privacidade e a defesa de registros pessoais. 

CipherTrust: Proteção e privacidade de dados aprimoradas para empresas 

Empresas de todos os setores enfrentam crescentes desafios para garantir a segurança e privacidade de dados em um cenário de ameaças cada vez mais complexo. 

A solução CipherTrust Data Security Platform é um conjunto integrado de soluções que unificam a descoberta, proteção e controle de registros em uma plataforma única e abrangente, abordando o desafio das empresas em relação à defesa de informações e privacidade. 

Principais benefícios da solução CipherTrust na prevenção contra vazamentos de dados 

  • Simplificação da segurança de dados 

A plataforma CipherTrust permite que as organizações descubram, protejam e controlem seus registros mais confidenciais no local e na nuvem de forma simplificada. 

Com uma abordagem integrada e unificada, as empresas podem gerenciar efetivamente a proteção e minimizar os riscos de vazamentos de dados e violações. 

  • Aceleração do tempo de conformidade 

A solução CipherTrust oferece recursos abrangentes de segurança de informações. Como descoberta e classificação de dados, criptografia, controles de acesso granulares, logs de auditoria, tokenização e gerenciamento de chaves. 

Essas funcionalidades auxiliam as empresas no cumprimento dos requisitos de segurança e privacidade de informações, tornando mais rápido e eficiente o processo de conformidade com regulamentações como a LGPD. 

  • Promoção da migração segura para a nuvem 

A CipherTrust Data Security Platform permite que as empresas migrem com confiança suas cargas de trabalho para ambientes em nuvem e local, garantindo a proteção e o controle contínuo de seus dados. 

Além disso, a solução facilita a repatriação de registros de volta ao local quando necessário, mantendo a integridade das informações em todos os momentos. 

Ao adotar a plataforma CipherTrust, as empresas brasileiras podem enfrentar com mais eficiência os desafios de cibersegurança. E assim, garantir a defesa e privacidade dos dados de seus clientes. 

Essa solução abrangente e integrada permite que organizações minimizem riscos. Também que se adequem às crescentes demandas de um ambiente digital em constante evolução. Isso passa credibilidade aos clientes, que sabem que suas informações estarão protegidas.

A urgência no combate aos vazamentos de dados no cenário atual

Diante do crescente número de vazamentos de dados e da complexidade das ameaças cibernéticas no Brasil e no mundo, garantir a segurança, a proteção e a privacidade se tornaram uma prioridade absoluta para empresas de todos os setores. 

A adoção de soluções robustas e abrangentes, como a CipherTrust Data Security Platform, é essencial para enfrentar efetivamente os desafios e riscos inerentes ao ambiente digital atual. 

Vale sempre lembrar

É vital lembrar que a conformidade com leis, como a LGPD, não deve ser vista como uma obrigação legal. Mas uma oportunidade para as empresas aprimorarem práticas de segurança, gerando confiança e fidelidade com clientes e parceiros. 

A proteção e privacidade de dados não são mais questões opcionais, são imperativos estratégicos. Portanto, impactam diretamente a reputação, a continuidade dos negócios e o sucesso das empresas no mercado global. 

A adoção de soluções como a CipherTrust Data Security Platform representa um investimento essencial. Com essa ferramenta, você pode garantir a resiliência e a prosperidade da sua empresa. 

Sobre a Eval 

Com uma trajetória de liderança e inovação que remonta a 2004, a Eval não apenas acompanha as tendências tecnológicas, mas também estamos em uma busca incessante para trazer novidades oferecendo soluções e serviços que fazem a diferença na vida das pessoas.

Com valor reconhecido pelo mercado, as soluções e serviços da EVAL atendem aos mais altos padrões regulatórios das organizações públicas e privadas, tais como o SBIS, ITI, PCI DSS, e a LGPD. Na prática, promovemos a segurança da informação e o compliance, o aumento da eficiência operacional das empresas, além da redução de custos. 

Inove agora, lidere sempre: conheça as soluções e serviços da Eval e leve sua empresa para o próximo nível. 

Eval, segurança é valor. 

Escrito por Arnaldo Miranda, Evaldo. Ai, revisado por Marcelo Tiziano e Designer de Caio.

Categorias
Proteção de dados

HSE: O que é e vantagens para dados em alta velocidade

O HSE (High Speed Encryption) da Thales é uma opção potente para proteger dados em alta movimento. Portanto, essa solução foi pensada para atender um cenário recorrente de aumento da demanda por redes de alta velocidade. Ocasionados pela migração e armazenamento de dados na nuvem, colaboração global em tempo real, 5G e a expectativa de maior largura de banda até a borda e a necessidade de pontos de agregação maiores e mais rápidos.  

Por conta disso, os dados de rede em movimento sofrem constantes ataques. Cibercriminosos estão roubando dados de alto valor: propriedade intelectual, segredos governamentais e de defesa e dados de pesquisa científica e médica.  

Esses são somente alguns exemplos. Ainda, muitas empresas têm um pensamento clichê de achar que sua organização não é importante o bastante para que seus dados sejam roubados. Esperamos que você não seja um deles.

E se chegou até esse artigo, é porque ficou curioso em saber como o HSE pode ajudar na segurança de dados em alta velocidade da sua empresa. 

HSE: O que é? 

As soluções HSE da Thales para criptografia de alta velocidade fornecem uma única plataforma para criptografar em todos os lugares. Desde o tráfego de rede entre data centers e a sede, até os locais de backup e recuperação de desastres, seja local ou em nuvem. Além disso, utilizam criptografia das camadas 2 e 3 para garantir segurança sem comprometimento.   

Por isso, o máximo throughput com latência mínima é garantido. Assim, os clientes podem proteger melhor os seus dados, vídeo, voz e metadados contra espionagem, vigilância e intercepção aberta e secreta – tudo a um custo acessível e sem comprometer o desempenho.  

Há uma variedade de encriptadores de redes HSE para garantir a combinação certa de recursos e capacidade adaptados às necessidades e orçamentos diversificados. Sobretudo, os produtos são totalmente interoperáveis, permitindo que uma única plataforma seja usada para gerenciar centralmente os links de cliente únicos ou redes distribuídas.  

Cada um dos produtos oferecidos podem suportar até 512 conexões criptografadas simultâneas. Os encriptadores de hardware são certificados para FIPS 140-2 Nível 3 e Critérios Comuns EAL +2, EAL 4+. 

Confira as especificações para cada um deles: 

CN9000 Network Encryptors 

Entrega de 100.000.000.000 bits por segundo de dados criptografados com alta garantia e segurança. Fornece segurança de dados em megaescala (100 Gbps), com a menor latência da indústria (<2μs). 

CN6000 Network Encryptors 

Oferece licenças de velocidade variável de 100 Mbps a 10 Gbps. Possui um design de múltiplas portas que torna este encriptador variável, com licenças de velocidade de até 40 Gbps (4×10 Gbps), altamente flexível e econômico. 

CN4000 Network Encryptors 

São versáteis e compactos, oferecendo criptografia de 10 Mbps a 1 Gbps em um chassi de pequeno formato (SFF). Por isso, é ideal para filiais e locais remotos, oferecendo criptografia de alto desempenho, sem comprometer o desempenho da rede. 

CV1000 Virtual Encryptor 

O primeiro encryptor virtual resistente, é instantaneamente escalável e pode ser implantado rapidamente em centenas de links de rede, fornecendo proteção robusta de criptografia para dados em movimento. O CV1000 da Thales é uma Função de Rede Virtual (VNF) que oferece uma rede ágil e reduz os requisitos de despesas de capital.  

Por conseguinte, ideal para organizações que estão virtualizando funções de rede e aproveitando a Rede Definida por Software (SDN). 

Aparelhos HSE para criptografia de alta velocidade
Produtos HSE. Da esquerda para a direita: CN9000, CN6000, CN4000 e CV1000.

Benefícios das soluções HSE  

1. Segurança robusta para tráfego sensível

Todos os encriptadores HSE oferecem robusta criptografia e capacidades de gerenciamento de chaves à prova de violações de FIPS 140-2 nível 3. Além disso, são testados rigorosamente e certificados para estar em conformidade com os requisitos do Critério Comum, do Padrão de Processamento de Informações Federais (FIPS).  

Adicionalmente, foram avaliados por organizações como a Agência de Sistemas de Informação de Defesa (DISA UC APL) e OTAN. Atendem à outras especificações para algoritmos criptográficos da Suite B (AES-256, ECDSA, ECDH e SHA-512) para comunicações seguras. Utilizando geradores de números aleatórios certificados pelo NIST.  

2. Máximo Desempenho e Alta Disponibilidade 

As soluções de criptografia de alta velocidade da Thales têm o máximo de tempo de atividade nos ambientes mais exigentes e de alto desempenho. Pois, possuem latência próxima de zero e podem operar em modo full-duplex na velocidade total da linha, sem correr o risco de perda de pacotes.  

Além disso, a pequena quantidade de latência é determinística e não é afetada pelo tamanho do pacote. Também há uma opção de sobrecarga zero disponível para desempenho ótimo. E para um melhor gerenciamento, apresentam diagnósticos descritivos. Eles fornecem aos administradores avisos antecipados sobre possíveis problemas. 

3. Ótima Flexibilidade

Você terá à disposição uma interoperabilidade flexível e independente de fornecedor. Pois, as soluções são compatíveis com todos os principais fornecedores. Há uma ampla gama de objetivos de segurança e ambientes, sendo capazes de se adaptar aos requisitos de segurança e de rede em constante evolução. 

A linha de produtos suporta velocidades de rede de 10 Mbps a 100 Gbps, e as plataformas variam de dispositivos de porta única a múltiplas portas, estando disponíveis nas opções de hardware e virtual. 

4. Cripto-agilidade 

Isso significa que todos os produtos suportam criptografia personalizável para uma ampla gama de suportes para curvas elípticas e personalizadas. Os dispositivos também permitem capacidades de trazer sua própria entropia.  

A plataforma cripto-ágil permite a implantação responsiva de algoritmos de próxima geração ou personalizados. Em resposta à ameaça quântica, os encriptadores de rede da Thales já utilizam capacidades de Distribuição Quântica de Chaves (QKD) e Geração Quântica de Números Aleatórios (QRNG) para segurança de dados. 

Dica do Especialista. “Os hackers podem 'monitorar' sua rede e roubar seus dados (Harvesting), mesmo que estejam criptografados com métodos convencionais. No futuro, com o avanço da tecnologia quântica, eles poderão decifrar esses dados. Por sorte, os High Speed Encrytors (HSEs) já são resistentes a esses ataques. Por isso, é crucial considerar a proteção de dados a longo prazo. Além disso, pense na importância de proteger seus dados em movimento sem impactar sua rede. Essas medidas podem ser fundamentais para garantir a segurança de sua empresa."
Dica do especialista sobre HSE.

5. Modo Independente de Transporte

As soluções de criptografia de alta velocidade da Thales são os primeiros a oferecer o Modo Independente de Transporte (TIM). Uma criptografia de dados em movimento independente da camada de rede (camadas 2, 3 e 4) e agnóstica de protocolo. 

Ao oferecer suporte à Camada 3, proporcionam aos operadores de redes opções de configuração usando roteamento TCP/IP para garantir a segurança de dados críticos. 

Sobre a parceria Eval Tecnologia e Thales 

A parceria entre a Eval e a Thales representa uma aliança estratégica para oferecer soluções tecnológicas de ponta. Juntas, essas empresas unem expertise e inovação para atender às demandas do mercado com excelência.  

A combinação dos recursos da Eval Tecnologia e da experiência da Thales resulta em soluções robustas e seguras, capazes de enfrentar os desafios mais complexos.  

E nessa parceria só falta a sua empresa. Então, garanta a proteção de dados em movimento. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Categorias
Bots Proteção de dados

Apropriação de Conta: como eliminar esse ataque?

A Imperva impediu milhões de Bots de sequestrarem contas financeiras em um dos maiores Ataques de Apropriação de Contas já registrado.

A partir disso, considere por um momento que um exército de bots está mirando o seu site. Eles miram sua página de login e a atacam com milhões de solicitações em um ataque contínuo que dura dias.

Consequentemente, seus custos de infraestrutura e prevenção de fraudes são elevados. Isso te assustaria? E, se esses bots estivessem causando problemas em todo o seu negócio?

Além disso, você não tivesse ferramentas para bloqueá-los de forma efetiva? Esse é o pesadelo dos profissionais de segurança em todos os lugares. 

Ataques de Apropriação de Contas por bots maliciosos são uma ameaça real ao seu site. Pois, podem testar credenciais adquiridas de forma ilícita na tentativa de assumir as contas dos usuários.

Essa prática é conhecida como Credential Stuffing. Se essas tentativas forem bem-sucedidas, eles podem infligir sérios prejuízos ao seu negócio e à imagem da sua marca.  

Assim, trouxemos um case da Imperva sobre Ataques de Apropriação de Conta. Um pesadelo que aconteceu com uma empresa de serviços financeiros.

Continue lendo para saber mais. 

Ataque de Apropriação de Conta: Case

 A Imperva detectou e mitigou recentemente o maior e mais duradouro Ataque de Apropriação de Conta (ATO) que já registrou. Nesse ataque, o ponto de entrada de login foi um provedor de serviços bancários digitais.

Isso resultou em mais de 500 milhões de solicitações de login maliciosos ao longo de três semanas, atingindo o pico de mais de 25 milhões de solicitações de login maliciosos por dia! 

A linha do tempo dos eventos do Ataque de Apropriação de Conta

A campanha começou em 8 de julho, quando os atacantes fizeram sua primeira tentativa de explorar o site, indicada pelo pico curto, colorido em amarelo na imagem abaixo.

Grafico com cores azul e amarelo indicando ataque de Apropriação de Conta e mitigação dos seus riscos.
Ataque de Apropriação de Contas em um empresa do setor financeiro.

Esta tentativa foi um teste para avaliar o alvo e determinar se ele estava suficientemente protegido ou não. Como não houve nenhuma tentativa de mitigar esse Ataque de Apropriação de Contas, no dia 10 de julho houve um ataque massivo. 

Como sei com certeza que isso é um ataque? 

A Imperva é capaz de determinar com precisão se as solicitações à página de login têm as características de uma tentativa de Ataque de Apropriação de Conta.

No entanto, ela faz isso através de um processo multicamadas que inclui análise de reputação alavancando dados obtidos de maneira colaborativa. Ou seja, um mecanismo avançado de classificação de cliente e algoritmos proprietários desenvolvidos pela Imperva que incluem modelos de análise comportamental.

Portanto, a abordagem de plataforma da Imperva nos permite coletar dados de ataques que estamos vendo em nossa rede global de clientes. Além,  de usá-los para ajustar nossos algoritmos, para que todos os clientes se beneficiem disso. 

Não posso me dar ao luxo de bloquear tráfego legítimo.

Semelhante à resposta anterior – a Imperva consegue determinar se as interações com um site têm as características de uma tentativa de Apropriação de Conta. De maneira precisa, o que significa que nenhum dos seus usuários legítimos serão bloqueados.

Além disso, a proteção contra Apropriação de Conta é ajustada para ter sucesso logo após a instalação, garantindo que seu tráfego crítico para o negócio não será afetado de forma alguma.

A inspeção atrapalhará na rotina dos meus clientes?

Não, nossa abordagem de detecção multicamadas fornece detecção focada com mínimos falsos positivos, reduzindo a necessidade de usar desafios de CAPTCHA e preservando a experiência do usuário.

Haverá algum atraso adicional?

Não, a Proteção contra Apropriação de Conta é implantada em toda a rede global da Imperva, aproveitando nossa robusta Rede de Entrega de Conteúdo (CDN). Assim, a empresa consegue entregar o melhor em velocidade, desempenho e resistência.

Ademais, combinado com a detecção avançada do ATO, garante que os logins maliciosos sejam mitigados imediatamente onde se originam, muito antes de terem a chance de alcançar sua infraestrutura.

Mitigando o ataque

Durante o ataque, a equipe de contas da Imperva trabalhou em estreita colaboração com o cliente para aliviar quaisquer preocupações. Periodicamente, eles ativaram a mitigação de Apropriação de Conta para testar como isso afetava o site.

Indicados pelos picos azuis no meio do tráfego de ataque amarelo (Na imagem anterior). Depois que a equipe de contas abordou suas preocupações, o cliente configurou totalmente a mitigação de ATO.

Assim, uma vez totalmente habilitada, a Proteção contra Ataque de Apropriação de Conta entrou em ação imediatamente. E bloqueou o tráfego de ataque, que pode ser visto mudando de amarelo para azul no gráfico da imagem anterior.

Enquanto isso,  os usuários legítimos continuaram fazendo login em suas contas sem interrupção.

Sobre a solução da Imperva 

Com a Imperva, você pode minimizar Ataques de Apropriação de Conta e evitar fraudes. A solução de proteção da Imperva traz segurança para o processo de login, sem interferir no tráfego de usuários autênticos ou causar atrasos.

Esta característica identifica interações suspeitas no seu site, barrando potenciais ataques de tomada de contas antes que possam ameaçar sua infraestrutura.

Além disso, permite a análise e detecção de atividades fraudulentas, com um enfoque especial no processo de login. Ademais, seus painéis intuitivos trazem visibilidade e insights úteis sobre tentativas de ataques, vazamentos de credenciais de usuários, contas comprometidas e logins bem-sucedidos.

Dessa maneira, a ferramenta consegue identificar comportamentos incomuns que possam indicar fraudes em andamento.  

Essa Proteção contra Ataques de Apropriação de Conta é um dos recursos do líder de mercado da Imperva, a Proteção de Aplicações Web & API (WAAP). 

Comece hoje a proteger sua Segurança de Aplicativos e proteja suas páginas de login.

CLIQUE AQUI e fale com Especialista.

 

Categorias
Gestão de Identidade Digital

Gestão de Identidade Digital: Transformando Desafios

A era digital trouxe consigo desafios e oportunidades sem precedentes. Além disso, especialmente no que diz respeito à Gestão de Identidade Digital (IDM, do inglês “Identity Management”). À medida que as empresas buscam navegar neste novo território, a importância de uma abordagem holística para a IDM se torna cada vez mais evidente.

Por conseguinte, é essencial adotar estratégias abrangentes para lidar com essas questões em evolução. 

O mercado global de soluções de identidade digital, avaliado em USD 34,5 bilhões em 2023, está projetado para alcançar USD 83,2 bilhões até 2028, crescendo a uma taxa composta de crescimento anual (CAGR) de 19,3%.

Por conseguinte, este crescimento é impulsionado por um aumento na demanda por serviços de verificação de identidade e autenticação. Adicionalmente, isso reflete uma crescente necessidade de segurança e eficiência operacional em diversos setores. 

Assim, a adoção de tecnologias de biometria e autenticação multifator é um exemplo claro da evolução da IDM, com o segmento de biometria liderando o mercado em 2022, representando mais de 69% da receita global.

Por causa disso, uma mudança significativa em direção a métodos de autenticação mais seguros e confiáveis estão substituindo sistemas baseados em senhas tradicionais. 

A Importância de uma Abordagem Holística 

Gestão de Identidade Digital não é apenas sobre segurança, é também uma alavanca para a eficiência operacional e satisfação do cliente. Desse modo, empresas de varejo, TI, saúde e serviços financeiros estão integrando soluções de identidade digital para agilizar processos de negócios e melhorar a experiência do usuário.  

Pois, uma estratégia eficaz de gestão de identidade digital não se limita à implementação de tecnologias avançadas. Ela requer uma visão holística que considere todos os aspectos da gestão de identidades digitais, desde a segurança até a experiência do usuário e a eficiência operacional.  

Logo, as organizações devem adotar uma abordagem integrada que alinhe suas políticas de IDM com seus objetivos de negócios. Garantindo que as soluções adotadas sejam escaláveis, seguras e capazes de suportar a transformação digital em curso. 

Conceitos Fundamentais da Gestão de Identidade Digital 

Conceitualmente, a IDM refere-se ao conjunto de processos, políticas e tecnologias que uma organização utiliza para gerenciar as identidades digitais de seus usuários.  

Essas identidades digitais representam indivíduos no ambiente digital e são usadas para controlar o acesso a recursos de TI, como sistemas, aplicativos, redes e dados. Dessa maneira, a Gestão de Identidade Digital desempenha um papel crucial em garantir que apenas usuários autorizados tenham acesso aos recursos certos, na extensão correta e no momento adequado. 

  • Autenticação e Autorização 

São os pilares da gestão de identidade digital. A autenticação verifica se um usuário é quem afirma ser, geralmente por meio de credenciais, como senha, tokens de segurança, biometria, entre outros.  

Enquanto isso, a autorização, por outro lado, determina a quais recursos um usuário autenticado pode acessar e o que pode fazer com esses recursos. 

  • Diretórios de Identidade 

Servem como repositórios centralizados onde as identidades digitais são armazenadas e gerenciadas. Esses diretórios contêm informações sobre os usuários, incluindo seus direitos de acesso, perfis e credenciais. 

  • Federação de Identidade 

Permite que identidades sejam compartilhadas e reconhecidas entre diferentes sistemas e organizações, facilitando o acesso do usuário a múltiplos recursos sem a necessidade de múltiplas autenticações. 

  • Gestão do Ciclo de Vida da Identidade 

Abrange o gerenciamento completo do ciclo de vida de uma identidade digital, desde a criação de novas identidades. Assim, passando pela manutenção e modificação de direitos de acesso, até a eventual desativação ou exclusão de identidades. 

Superando Desafios de Segurança com uso da Gestão de Identidade Digital 

Adotar uma estratégia de IDM robusta é crucial para mitigar ameaças cibernéticas, proteger dados confidenciais e garantir a conformidade com as regulamentações de privacidade. Além disso, envolve a implementação de políticas de segurança rigorosas e o uso de tecnologias avançadas para a autenticação e autorização de usuários. 

Segurança: Em um cenário onde as ameaças cibernéticas estão em constante evolução, a Gestão de Identidade Digital desempenha um papel crucial. Por meio dela, ajuda a proteger contra acessos não autorizados, garantindo que apenas usuários legítimos possam acessar sistemas e dados críticos. 

Conformidade Regulatória: Muitas regulamentações exigem que as organizações gerenciem rigorosamente o acesso a informações sensíveis. Ademais, a IDM auxilia na conformidade com essas regulamentações ao oferecer mecanismos de controle de acesso e auditoria. 

Eficiência Operacional: Ao automatizar a gestão de identidades e acessos, as organizações podem reduzir os custos operacionais e aumentar a produtividade, eliminando processos manuais propensos a erros. 

Melhoria da Experiência do Usuário: Uma gestão de identidade eficaz pode melhorar significativamente a experiência do usuário. Por conseguinte,  oferecendo acesso simples e seguro aos recursos necessários, sem processos de autenticação desnecessariamente complicados. 

Dessa maneira, à medida que entramos em uma nova era de inovação digital, a gestão de identidade digital se destaca como um pilar fundamental para o sucesso empresarial.  

Ao transformar os desafios em oportunidades, as organizações podem não apenas melhorar sua segurança e eficiência operacional, mas também posicionar-se como líderes na era digital. 

Impulsionando o Crescimento do Negócio com a Gestão de Identidade Digital

A Gestão de Identidade Digital é uma questão de segurança; componente estratégico essencial. Ademais, para qualquer organização que busque proteger seus ativos digitais, cumprir com regulamentações e melhorar a eficiência operacional e a satisfação do usuário.  

As tecnologias evoluem e o cenário de ameaças se torna mais complexo. Consequentemente, a importância da IDM só tende a crescer, exigindo abordagens cada vez mais sofisticadas e integradas para o gerenciamento de identidades digitais. 

Além disso, uma estratégia de Gestão de Identidade Digital bem executada pode ser um motor de crescimento para o negócio. Pois, melhora a satisfação do cliente, facilita parcerias estratégicas e expande a presença no mercado ao garantir um ambiente seguro e confiável para a troca de informações. 

Revolucionando a Experiência do Cliente: A Parceria Thales e Eval com o Poder do CIAM 

Em um mundo digital cada vez mais interconectado, a segurança e a privacidade dos dados dos clientes nunca foram tão cruciais. Por causa disso, a Thales, líder mundial em soluções de segurança de dados, reconheceu essa necessidade com a aquisição da empresa OneWelcome e sua plataforma avançada de Gestão de Identidade Digital e Acesso ao Cliente (CIAM).  

Consequentemente, esta inovação eleva a segurança e a proteção da privacidade a novos patamares. Além disso, garante experiências digitais sem atritos para os clientes em todos os pontos de contato. 

O CIAM da Thales vai além de uma solução de segurança e torna-se uma iniciativa estratégica chave para fomentar a lealdade do cliente. Nesse sentido,  a solução oferece, na prática, experiências seguras, fáceis e contínuas, sendo essencial para manter a confiança e a satisfação do cliente.  

Além disso, Reconhecido pela Kuppinger Cole como líder no setor, o CIAM, emprega tecnologias de ponta e uma abordagem centrada no cliente, incluindo verificação biométrica, prova de identidade, single sign-on (SSO), autenticação multifator, entre outros recursos. 

Inove agora, lidere sempre: conheça as soluções e serviços da Eval e leve sua empresa para o próximo nível.       

Eval, segurança é valor.  CLIQUE AQUI e fale com um Especialista. 

Categorias
Proteção de dados

Ataques DDoS: Estratégias Cruciais para Mitigação de Riscos

Em um cenário onde os ataques DDoS (Negação de Serviço Distribuído) estão se tornando cada vez mais frequentes e sofisticados, a segurança cibernética se mantém como um pilar fundamental para garantir a continuidade dos negócios e proteger a integridade dos dados. Por exemplo, no primeiro semestre de 2023, houve um aumento alarmante dessas ameaças.  

A NETSCOUT, em seu Relatório de Inteligência sobre Ameaças DDoS, identificou quase 7,9 milhões de ataques DDoS, refletindo uma evolução contínua dos métodos de ataque que causam danos extensivos em escala global.  

Além disso, dados da Zayo, empresa global de infraestrutura de comunicações, revelaram um aumento de 200% nos ataques DDoS, em comparação com o ano anterior, com um pico impressionante de atividade de ataque de 387% entre o primeiro e o segundo trimestre de 2023. E para o restante do mesmo ano, a Cisco estimou que o total de ataques DDoS em todo o mundo alcançaria 15,4 milhões. 

Esses dados destacam a escala e complexidade crescentes dos ataques DDoS. Consequentemente, a urgência de implementar estratégias de mitigação eficazes.

Assim, a capacidade de responder prontamente a essas ameaças pode significar a diferença entre uma interrupção menor e consequências devastadoras. Não só para as operações dos negócios, como também a reputação da empresa e a segurança dos dados. 

Ataques DDoS: Quando o Silêncio Prevalece, o Caos Reina 

No universo digital em constante evolução, a familiaridade com os ataques de Negação de Serviço Distribuído não é mais uma questão reativa, mas ativa. Para aqueles profissionais experientes em cibersegurança, os ataques DDoS emergem como uma ameaça e um presságio do caos que pode se seguir.  

A capacidade destes ataques de silenciar abruptamente a operacionalidade de um serviço online serve como um lembrete sombrio da fragilidade do nosso mundo conectado. 

Os ataques DDoS, armados com a eficiência da automação e a forte intenção de cometer crimes, são a personificação do medo no ciberespaço. Além disso, a escalada recente em sua frequência e sofisticação confirma sua posição como uma das principais ameaças cibernéticas. O que sinaliza um alarme para organizações em todo o mundo.  

Não se engane: a tempestade que esses ataques prometem não é apenas uma interrupção temporária, mas um prenúncio de grandes prejuízos – financeiros, operacionais e reputacionais. 

À medida que navegamos neste mar tempestuoso, o conhecimento e a preparação são nossos únicos salva-vidas. Portanto, ignorar a ameaça dos ataques DDoS é convidar o caos para dentro de nossas empresas, subestimando o potencial destrutivo que eles carregam.  

Então, a pergunta que permanece não é se podemos nos dar ao luxo de fortalecer nossas defesas, mas se podemos nos dar ao luxo de não o fazer. 

Ataques DDoS: Quanto o Fator Tempo é Crítico 

Nesse “xadrez cibernético”, onde atacantes e defensores se enfrentam em uma batalha incessante pela supremacia digital, a velocidade de resposta não é apenas uma vantagem; é uma necessidade absoluta.  

O crescente número de ataques DDoS se tornaram mais do que meros incômodos e se estabeleceram como ameaças severas à continuidade dos negócios. Desse modo, a agilidade na resposta emerge como a linha divisória entre a resiliência e o colapso. 

Logo,  o tempo, nesse contexto, não é apenas um recurso valioso, é uma moeda que está sempre se esgotando. A diferença de segundos na detecção e mitigação de um ataque DDoS pode resultar em consequências dramaticamente diferentes.  

Por isso, uma resposta rápida pode significar a manutenção da operacionalidade dos serviços, enquanto a demora pode acarretar em danos irreparáveis, tanto financeiros quanto reputacionais. 

Responder um ataque DDoS não apenas reduz inatividade, mas também minimiza os danos 

A capacidade de responder prontamente a um ataque DDoS reduz o tempo de inatividade de um negócio e minimiza os danos potenciais. Pois, na era digital, a disponibilidade constante é um pilar fundamental para a satisfação do cliente e a confiança do consumidor.  

Então, uma interrupção, mesmo que breve, pode levar à perda de clientes, diminuição da receita e, em casos extremos, questionamentos sobre a viabilidade a longo prazo de uma organização. 

Na prática, uma resposta rápida e eficaz pode atuar como um poderoso dissuasor contra futuros ataques. Os atacantes frequentemente visam alvos percebidos como vulneráveis. Portanto, demonstrar a capacidade de responder e recuperar rapidamente pode desencorajar tentativas subsequentes, realçando a importância de investir em soluções de detecção e mitigação de DDoS avançadas e automatizadas. 

Imperva DDoS Protection: Sua Fortaleza Digital Contra a Tempestade Cibernética 

Em um cenário onde os ataques DDoS evoluíram de simples aborrecimentos para armas de desestabilização massiva, a necessidade de uma defesa robusta e confiável nunca foi tão crítica.  

Assim, nesse contexto, a Imperva DDoS Protection emerge como o escudo que sua organização precisa para não apenas sobreviver, mas prosperar, diante dessas tempestades cibernéticas.  

Integrando proteção avançada, detecção instantânea e resposta ágil, esta solução oferece uma oportunidade sem precedentes para assegurar a continuidade dos negócios e fortalecer sua postura de segurança. 

Custo do Tempo de Inatividade: O Preço da Complacência 

Neste jogo de altas apostas, onde cada segundo de inatividade pode significar perdas financeiras significativas, a escolha entre ação e inação não poderia ser mais clara.  

O custo médio de uma hora de inatividade pode devastar o balanço financeiro de qualquer empresa, tornando o investimento em soluções de mitigação de DDoS não apenas prudente, mas essencial. A Imperva DDoS Protection não apenas reduz este risco, mas também transforma a equação financeira, mitigando potenciais perdas e preservando a reputação da sua marca.  

Portanto, a escolha é clara: navegue pela tempestade com confiança, sabendo que a Imperva DDoS Protection é sua fortaleza digital infalível. 

Evitando Custos de Largura de Banda: Eficiência Econômica Inigualável 

A abordagem tradicional de escalar a infraestrutura de rede para absorver o tráfego de ataque pode parecer eficaz. No entanto, vem com custos operacionais proibitivos.  

A Imperva DDoS Protection, através de sua tecnologia de mitigação de ataque na borda da rede, permite que as empresas evitem o desperdício de recursos financeiros em largura de banda desnecessária.  

Consequentemente, isso protege os serviços online e mantém os custos de operação sob controle. 

Proteção Proativa com Otimização de Recursos 

A chave para a eficiência econômica no combate aos ataques DDoS reside na otimização dos recursos existentes. A solução da Imperva emprega algoritmos avançados para diferenciar entre tráfego legítimo e malicioso, garantindo que apenas o tráfego legítimo consuma os recursos de rede.  

Dessa maneira, esta filtragem inteligente previne o gasto desnecessário com expansão de largura de banda, direcionando investimentos para áreas do negócio que geram valor real. 

Além disso, a economia gerada pela solução Imperva transcende a simples redução dos custos de largura de banda. Ao prover proteção proativa contra ataques DDoS, ela evita interrupções de serviço que podem resultar em perdas de receita diretas. Logo, também danos à reputação da marca.  

A capacidade de manter operações ininterruptas e confiáveis é, por si só, um diferencial competitivo que pode traduzir-se em vantagens econômicas significativas no mercado. 

Proteção Ilimitada contra Ataques: Disponibilidade Garantida 

Onde ataques de qualquer tamanho ou duração podem surgir sem aviso, a promessa da Imperva DDoS Protection de defesa ilimitada é a garantia de que sua operação não apenas continuará, mas permanecerá ininterrupta.  

Investir na solução Imperva DDoS Protection é uma decisão estratégica que oferece retorno sobre o investimento de maneiras mensuráveis. Reduzindo os custos associados à mitigação de ataques DDoS. Também salvaguardando contra perdas de receita por inatividade as organizações podem ver uma melhoria tangível em seus resultados financeiros.  

Esta eficácia econômica não apenas justifica o investimento inicial, mas também reforça a posição de mercado da empresa a longo prazo. 

Case de Sucesso Imperva e DigiCert: Uma Blindagem Inovadora no Combate aos Ataques DDoS 

A história de sucesso da DigiCert com a Imperva surge como uma importante referência de inovação e resiliência. A DigiCert, reconhecida por sua liderança em soluções de segurança digital e autenticação, encontrou na Imperva o parceiro ideal para elevar sua defesa contra ataques DDoS. Particularmente, ao expandir sua presença na nuvem através da Amazon Web Services (AWS). 

A transição da DigiCert para a AWS revelou um desafio crítico: a necessidade de uma solução que minimizasse os falsos positivos, que anteriormente resultavam na rejeição de tráfego legítimo.  

A exigência era clara – uma defesa robusta contra DDoS sem comprometer a acessibilidade dos usuários legítimos. Assim, com a Imperva, a DigiCert encontrou a solução ideal, capaz de fornecer uma proteção WAF e mitigação de DDoS integradas e automatizadas, abrangendo todo o ambiente híbrido da DigiCert com precisão e eficiência. 

Solução Integrada: Proteção Híbrida Avançada 

A implementação da Imperva transformou a segurança da DigiCert, estendendo a proteção WAF já utilizada em seus aplicativos locais para o ambiente AWS.  

Essa expansão permitiu uma proteção contínua contra uma variedade de ameaças, desde ataques de injeção de SQL e scripts entre sites até bots maliciosos e outras ameaças significativas. Além disso, a capacidade da Imperva de ocultar o endereço IP do servidor web fortaleceu ainda mais a postura de segurança da DigiCert. 

Em resumo, a colaboração entre a DigiCert e a Imperva gerou benefícios tangíveis, destacando-se a redução do risco de interrupção dos aplicativos e uma segurança aprimorada para dados e aplicativos contra explorações.  

Vale destacar ainda que, a proteção DDoS da Imperva, foi capaz de limpar mais de 6 terabits por segundo de tráfego de rede. Consequentemente, garantiu uma resposta rápida com um SLA de 3 segundos, assegurando uma disponibilidade ininterrupta dos serviços mesmo sob ataques massivos. 

Resultado final: Eficiência e Conformidade 

Aaron Blakely, Diretor de Operações de Segurança Global da DigiCert, expressou sua admiração pela capacidade da Imperva de absorver ataques de grande magnitude, enfatizando a importância dessa capacidade para a proteção eficaz.  

A interface de usuário intuitiva da Imperva também foi elogiada pela equipe da DigiCert, permitindo uma visibilidade e controle sem precedentes sobre as ameaças, ao mesmo tempo em que ajudava a empresa a manter a conformidade com os requisitos regulatórios. 

Ao final de todo o processo, as empresas DigiCert e Imperva enfrentaram com sucesso um ataque em grande escala que durou três dias, sem interrupções nos serviços. E estabeleceu um novo padrão de segurança para ambientes de aplicativos híbridos. Conseguimos demonstrar o poder da automação e da colaboração estratégica na era da segurança cibernética. 

Garanta Sua Inviolabilidade Digital com Imperva DDoS Protection 

A solução da Imperva funciona como uma armadura digital que oferece defesa contra os ataques DDoS. Mas também otimização de recursos, garantindo a continuidade dos negócios sem os custos proibitivos da expansão da largura de banda.  

Para empresas que navegam neste tempestuoso desafio para garantir a segurança da informação, a lição é clara: a prevenção e a preparação são fundamentais. Investir em soluções de mitigação de DDoS, como a Imperva DDoS Protection, não é mais uma opção, mas uma necessidade estratégica.  

O caso de sucesso entre Imperva e DigiCert mostrou a capacidade de tais soluções de defender, antecipar e neutralizar os ataques DDoS. Assegurando que a operação da sua empresa permaneça resiliente e ininterrupta. 

Diante do potencial destrutivo dos ataques DDoS e do custo proibitivo do tempo de inatividade, convidamos as organizações a refletir sobre sua atual postura de segurança cibernética.  

É hora de considerar a Imperva DDoS Protection como seu escudo contra as tempestades digitais. Garanta a continuidade, a eficiência e a segurança dos seus negócios no cenário digital desafiador de hoje.  

A parceria entre Eval e Imperva, agora reforçada pela expertise e alcance global da Thales, oferece a solução definitiva em proteção DDoS. Portanto, combinamos tecnologia de ponta, inteligência cibernética avançada e um compromisso inabalável com a segurança digital. 

Não espere o inesperado acontecer. Faça da prevenção e da inovação os pilares da sua estratégia digital. Entre em contato com a Eval hoje mesmo e descubra como a solução Imperva DDoS Protection pode fortalecer a segurança dos dados na era digital.

Proteja-se com os líderes de mercado e garanta a sua paz de espírito no ambiente digital. 

Sobre a Eval 

Com uma trajetória de liderança e inovação que remonta a 2004, a Eval acompanha as tendências tecnológicas em uma busca incessante para trazer novidades. E, claro, oferecer soluções e serviços que fazem a diferença na vida das pessoas.    

Com valor reconhecido pelo mercado, as soluções e serviços da Eval atendem aos mais altos padrões regulatórios das organizações públicas e privadas. Entre eles, estão: SBIS, ITI, PCI DSS, e a LGPD. Na prática, promovemos a segurança de informações sensíveis e o compliance, o aumento da eficiência operacional das empresas, além da redução de custos.       

Inove agora, lidere sempre: conheça as soluções e serviços da Eval e leve sua empresa para o próximo nível.       

Eval, segurança é valor. CLIQUE AQUI e fale com um especialista.  

Categorias
Proteção de dados

Code Signing: A Chave para Manter a Confiança Cibernética

A digitalização massiva fez com que informações circulassem a velocidades incríveis, criando conexões e interações globais. No entanto, isso também trouxe desafios significativos em termos de segurança cibernética. É aqui que tecnologias como o Code Signing se tornam cruciais, atuando como um escudo protetor contra diversas ameaças cibernéticas à assinatura de código.  

A ampliação da superfície de ataque, o crescimento na sofisticação dos ciberataques, e a multiplicidade de mecanismos e canais de ameaças são algumas das questões que as comunidades globais de segurança digital estão trabalhando para responder.  

De fato, a cibersegurança tornou-se um elemento crucial na proteção dos dados e sistemas informatizados em decorrência desses desafios. Nesse contexto, o Code Signing busca garantir a integridade e autenticidade do código fonte e proteger os usuários contra softwares mal-intencionados.  

Desvendando o Code Signing: A Tecnologia que Você Não Pode Ignorar

Code Signing é um processo que utiliza um sistema de criptografia para adicionar uma assinatura digital a um script ou código executável.  

Esse método é usado para confirmar a identidade do autor de um software e garantir que o código não foi alterado ou corrompido desde que foi assinado. A assinatura digital atua como uma garantia de que o software é autêntico e seguro para download e instalação.  

Além de garantir a autenticidade do software, o Code Signing também desempenha um papel crucial na prevenção de roubo de certificado de assinatura de código. 

Em resumo, no processo de Code Signing, a chave privada é usada para criar uma assinatura digital, que é anexada ao software.

O certificado digital, que contém a chave pública correspondente, é então usado pelos usuários para verificar a assinatura.

Na figura abaixo podemos ver informações sobre assinatura digital do Word.  

Code Signing - Informações sobre assinatura digital do Word
Code Signing – Informações sobre assinatura digital do Word

Para saber mais sobre os conceitos de chave privada, chave pública, certificado digital, assinaturas digitais, e como proteger as chaves de assinatura de código, clique aqui 

O Impacto do Code Signing: Proteção Máxima, Riscos Mínimos 

A assinatura de código serve a vários propósitos essenciais que beneficiam tanto desenvolvedores quanto usuários.  

  • Para os desenvolvedores:  

A assinatura de código ajuda a construir confiança nos usuários. Quando você assina seu código, os usuários sabem que ele vem de uma fonte confiável – veja no exemplo da figura 1, no qual o emissor é a Microsoft, que é a empresa responsável pelo Word.  

Isso também pode dar aos desenvolvedores uma vantagem competitiva, pois os usuários são mais propensos a fazer download de software que sabem ser seguro e autêntico, especialmente quando sabem como proteger as chaves de assinatura de código. 

Além disso, os sistemas operacionais modernos geralmente alertam ou até impedem os usuários de baixar e/ou instalar aplicativos não assinados.  

  • Para os usuários: 

O Code Signing fornece uma garantia da origem do software. Ao baixar aplicativos assinados digitalmente, os usuários podem ter confiança de que o software realmente vem do fornecedor declarado e não foi alterado por terceiros.  

Isso protege os usuários de malware ou softwares mal-intencionados que podem ser disfarçados como legítimos.  

Code Signing na Linha de Frente: Combatendo Ameaças Cibernéticas à Assinatura de Código 

A assinatura de código protege contra malware e adulteração de software ao garantir a verificação de integridade e autenticação de origem. Este é o momento de estar vigilante contra ameaças cibernéticas à assinatura de código. 

Verificação de Integridade: 

Quando o código é assinado digitalmente, qualquer alteração feita ao código após a assinatura invalidará a assinatura digital.  

Isso significa que se um agente mal-intencionado tentar injetar malware ou de alguma forma adulterar o código, a assinatura digital ficará inválida, e será facilmente perceptível.  

Quando um usuário tenta instalar ou executar o software, o sistema operacional ou a plataforma em que o software está sendo executado verificará a assinatura digital.  

Se a assinatura for inválida, indicando que o software foi alterado desde que foi assinado, o sistema operacional ou plataforma pode exibir um aviso ao usuário ou até mesmo bloquear completamente a instalação ou execução do software.  

Autenticação de Origem:

A assinatura de código também ajuda a garantir aos usuários que o software é proveniente de uma fonte confiável.  

Na prática, isso é feito por meio de um Certificado de Assinatura de Código, que está vinculado a uma entidade específica (como uma empresa ou desenvolvedor individual).  

O certificado é emitido por uma Autoridade de Certificação (CA), que verifica a identidade da entidade antes de emitir o certificado.  

Além disso, quando o software é assinado com um Certificado de Assinatura de Código, a assinatura digital contém informações vinculantes ao certificado. O que permite que os usuários verifiquem a identidade da entidade que assinou o código.  

Se um software mal-intencionado tentar se passar por um software legítimo, será necessário falsificar a assinatura digital, o que é extremamente difícil de fazer.  

Em resumo, a assinatura de código protege contra malware e adulteração de software, ao garantir a integridade do software assinado e proporcionando uma maneira segura e confiável de verificar a origem do software, especialmente quando as melhores práticas de segurança da assinatura de código são aplicadas.  

Eventos de Segurança Relacionados com Code Signing 

E quanto à realidade, há diversos ataques que ficaram conhecidos e outros que nem são divulgados. Segue abaixo três exemplos de ataques conhecidos.  

1. Stuxnet: Considerado um dos ataques cibernéticos mais sofisticados já criados. 

O malware Stuxnet foi responsável por interromper substancialmente o programa de enriquecimento de urânio do Irã em 2010.  

Uma das características mais intrigantes deste malware foi a sua capacidade para ignorar as medidas de segurança padrão, pois estava assinado com certificados válidos que foram roubados de empresas de tecnologia da informação.

O caso do Stuxnet é um exemplo perturbador que destaca a necessidade de medidas rigorosas na prevenção contra ameaças cibernéticas, a exemplo do roubo de certificado de assinatura de código. 

Clique aqui para ver mais sobre o Stuxnet.  

2. Flame: Um malware avançado com características de espionagem cibernética.  

O ataque distinguiu-se pela forma como explorou a infraestrutura de assinatura de código da Microsoft para se passar por um componente legítimo do Windows.  

Utilizando um certificado forjado, este malware conseguiu se infiltrar em sistemas vulneráveis.  

Clique aqui para ver mais sobre o Flame.  

3. XCode Ghost: Incidente que impactou o ambiente de desenvolvimento da Apple. 

Ocorrido em 2015, os desenvolvedores de aplicativos baixaram uma versão adulterada do ambiente de desenvolvimento da Apple – Xcode, que foi usada para injetar código malicioso em seus aplicativos.  

Quando os aplicativos infectados fossem submetidos à App Store, eles vieram com o certificado de assinatura de código oficial da Apple, portanto, eles passaram por legitimação.  

Clique aqui para ver mais sobre o XCode Ghost.    

Esses exemplos destacam a importância da segurança da assinatura de código e a necessidade de entender como protege-las para evitar cenários semelhantes. 

Isso nos faz lembrar a famosa imagem de guardar as chaves debaixo do tapete da entrada da casa. De nada adianta uma casa trancada se as chaves, um dos principais dispositivos de proteção, está de fácil acesso aos criminosos. 

Code Signing - Não adianta guardar chaves debaixo do tapete
Code Signing – Não adianta guardar chaves debaixo do tapete

A Última Linha de Defesa: Melhores Práticas de Segurança da Assinatura de Código 

Embora a assinatura de código seja essencial, ela não é infalível.  

Na prática, as chaves usadas no processo de assinatura podem ser alvo de roubo, ou seja, proteger as chaves utilizadas é um dos elos mais fracos hoje em dia.  

Portanto, é crucial adotar as melhores práticas e políticas de segurança em relação à assinatura de código para proteger as chaves utilizadas no processo de registro.

Manter a confiabilidade do software através da assinatura de código segura é uma necessidade urgente.

Além de adotar práticas sólidas de segurança de TI, é igualmente importante focar na prevenção de roubo de certificado de assinatura de código para garantir que o software permaneça seguro e confiável. 

Sobre a Eval

Com uma trajetória de liderança e inovação que remonta a 2004, a Eval não apenas acompanha as tendências tecnológicas, mas também estamos em uma busca incessante para trazer novidades oferecendo soluções e serviços que fazem a diferença na vida das pessoas.

Com valor reconhecido pelo mercado, as soluções e serviços da Eval atendem aos mais altos padrões regulatórios das organizações públicas e privadas, tais como o SBIS, ITI, PCI DSS, e a LGPD. Na prática, promovemos a segurança da informação e o compliance, o aumento da eficiência operacional das empresas, além da redução de custos.

Inove agora, lidere sempre: conheça as soluções e serviços da Eval e leve sua empresa para o próximo nível.

Eval, segurança é valor.

Artigo escrito por Marcelo Tiziano e Evaldo.Ai, revisado por Arnaldo Miranda. 

Categorias
Certificados Digitais

Gestão ineficiente de certificados SSL/TLS e seus impactos

Para muitas empresas a gestão ineficiente de certificados SSL/TLS é uma realidade, especialmente quando se trata de inúmeras chaves de criptografia.

Os certificados digitais SSL/TLS são “passaportes eletrônicos” que permitem a troca segura de informações na internet. Emitidos por Autoridades Certificadoras (ACs), esses certificados são fundamentais para garantir a segurança e a conformidade regulamentar.

O impacto da Gestão Ineficiente de Certificados SSL/TLS

Um gerenciamento inadequado dos certificados digitais SSL/TLS pode levar a uma série de problemas, incluindo interrupção de serviços, violações de segurança, custos de recuperação, danos à reputação, perda de confiança dos clientes e problemas de conformidade.

Além disso, a compra de certificados digitais pode ser um processo complexo, exigindo consideração cuidadosa em relação à criação, armazenamento e uso dos certificados.

Seis Principais Problemas Gerados pela Gestão Ineficiente dos Certificados SSL/TLS

1. Perigo de Acesso Não Autorizado 

O controle de acesso aos certificados digitais é um aspecto crítico da segurança da informação. Quando a senha que protege o certificado digital cai em mãos erradas, as consequências podem ser devastadoras.  

Violações de segurança, perda de dados e comprometimento da integridade da informação são apenas alguns dos riscos associados.  

Além disso, a recuperação dessas violações pode ser um processo longo e custoso, causando danos significativos à reputação da organização e à confiança do cliente. 

2. Ameaça de Interrupção de Serviço  

A falta de monitoramento do prazo de validade dos certificados digitais pode levar a interrupções inesperadas de serviço.  

Quando um certificado expira sem renovação, todos os serviços e operações que dependem dele podem ser interrompidos. Isso pode resultar em perda de produtividade, frustração do cliente e possíveis perdas financeiras.  

Além disso, a recuperação dessas interrupções pode exigir tempo e recursos significativos. 

3. O Risco de Erros na Gestão de Múltiplos Certificados 

Gerenciar um grande número de certificados digitais sem um sistema eficaz pode ser um desafio significativo.  

A complexidade e a carga de trabalho associadas ao rastreamento e gerenciamento de dezenas, ou mesmo centenas, de certificados podem ser esmagadoras. Isso pode levar a erros, omissões e, em última análise, a falhas de segurança.  

Além disso, a falta de gerenciamento eficaz pode resultar em problemas de conformidade, expondo a organização a penalidades regulatórias. 

 
4. Risco de Violação de Políticas de Segurança 

Sem políticas de segurança da informação claras e eficazes, as organizações correm o risco de violações de segurança e perda de dados.  

As políticas devem direcionar a organização para garantir que as chaves dos certificados digitais não vazem ou sejam comprometidas.  

A falta de tais políticas pode levar a uma variedade de problemas, desde a perda de confiança do cliente até ações legais. 

5. Perigo de Falha no Ciclo de Vida dos Certificados 

A ausência de uma política clara para o gerenciamento do ciclo de vida dos certificados digitais pode resultar em uma série de problemas.  

Isso inclui falhas na criação, armazenamento, uso e renovação de certificados.  

Sem um gerenciamento eficaz do ciclo de vida, as organizações podem enfrentar interrupções de serviço, violações de segurança e problemas de conformidade. 

Recentemente o google anunciou uma medida que deve reduzir para 90 dias o ciclo de vida dos certificados, e entrando em vigor será ainda mais difícil controlar muitos certificados SSL sem ferramentas que auxiliem.

Portanto é importante verificar desde quais os impactos para a sua empresa caso essa medida seja aprovada, e especialistas dizem que tem grandes chances de ser aprovada, daod que irá aumentar o nível de segurança. 

6. Ameaça de Exposição de Chaves em Vazamentos de Informações 

Em caso de vazamento de informações, é crucial que as chaves estejam seguras.  

Se as chaves forem comprometidas, os atacantes podem ter acesso a informações sensíveis, resultando em violações de segurança e perda de confiança do cliente.  

Além disso, a recuperação de tais violações pode ser um processo complexo e custoso, causando danos significativos à reputação da organização. 

Como o caso recente, no qual imagens de containers Docker Hub vazaram com as chaves privadas, o que comprometeu toda a segurança dos dados vazados. 

Transformando Desafios em Sucesso: A Solução Keyfactor para a Gestão ineficiente de certificados SSL/TLS

A gestão eficiente de certificados SSL/TLS é uma necessidade crítica para qualquer organização que valoriza a segurança e a conformidade.  

A solução Keyfactor Command surge como um farol de esperança neste cenário, oferecendo uma abordagem robusta e confiável para o gerenciamento do ciclo de vida dos certificados digitais. 

O Keyfactor Command é mais do que apenas uma ferramenta – é uma solução completa que transforma a maneira como as organizações gerenciam seus certificados digitais.  

Ele automatiza o processo de gerenciamento, eliminando a necessidade de monitoramento manual e reduzindo significativamente o risco de erros humanos. Isso não apenas economiza tempo e recursos valiosos, mas também aumenta a segurança e a conformidade. 

Keyfactor Command oferece visibilidade e controle sem precedentes sobre o ciclo de vida dos certificados digitais 

Na prática, Keyfactor Command permite que as organizações rastreiem e gerenciem todos os seus certificados em um único local, facilitando a identificação e a resolução de problemas antes que eles se tornem críticos.  

Isso resulta em operações mais suaves, menos interrupções de serviço e maior confiança dos clientes. 

Em resumo, o Keyfactor Command é a solução definitiva para a gestão eficiente de certificados SSL/TLS. Ele transforma os desafios em sucesso, permitindo que as organizações se concentrem no que realmente importa – fornecer valor excepcional para seus clientes.  

Para saber mais sobre como o Keyfactor Command pode transformar a gestão de certificados digitais da sua organização, visite o site da Eval. 

Eval é parceira oficial Keyfactor 

A Keyfactor é uma empresa líder em gerenciamento de identidades e soluções de segurança de acesso, que auxilia organizações em todo o mundo a proteger seus dados confidenciais e garantir a integridade de seus sistemas.   

Como parceira oficial da Keyfactor, a Eval está profundamente comprometida em auxiliar nossos clientes na implementação de práticas de segurança efetivas. Nosso objetivo é garantir a proteção das chaves de assinatura de código e a conformidade com os padrões do setor.   

Juntos, trabalharemos para oferecer soluções personalizadas e inovadoras, considerando as necessidades específicas de cada cliente.   

A parceria nos permite fornecer um serviço ainda melhor aos nossos clientes, combinando nossa experiência em segurança de software com a expertise da Keyfactor em assinatura de código e gerenciamento de certificados SSL/TLS.   

Entre em contato com a Eval para saber mais sobre como nossa parceria com a Keyfactor pode ajudá-lo a fortalecer a segurança de seu software e garantir a integridade de suas operações.   

Aproveite a oportunidade de trabalhar com a Eval e o Keyfactor para garantir a máxima proteção e eficiência em suas operações de software.   

Estamos comprometidos em oferecer as melhores soluções de segurança para atender às suas necessidades específicas e garantir a tranquilidade que você merece.   

Sobre a Eval 

A Eval está há mais de 18 anos desenvolvendo projetos nos segmentos financeiro, saúde, educação e indústria. Desde 2004, oferecemos soluções de Autenticação, Assinatura Eletrônica e Digital e Proteção de Dados. Atualmente, estamos presentes nos principais bancos brasileiros, instituições de saúde, escolas e universidades, além de diferentes indústrias. 

Com valor reconhecido pelo mercado, as soluções e serviços da Eval atendem aos mais altos padrões regulatórios das organizações públicas e privadas, tais como o SBIS, ITI, PCI DSS, e a LGPD. Na prática, promovemos a segurança da informação e o compliance, o aumento da eficiência operacional das empresas, além da redução de custos. 

Inove agora, lidere sempre: conheça as soluções e serviços da Eval e leve sua empresa para o próximo nível. 

Eval, segurança é valor. 

Categorias
Proteção de dados

Soberania de Dados: Estratégia de Proteção Empresarial

Uma infraestrutura de TI segura implica arquitetar com ênfase na proteção de dados, gestão de riscos, resiliência, e soberania de dados, acolhendo a inevitabilidade das transformações disruptivas.  

Esta estrutura fornece um suporte sólido para empresas que buscam capitalizar as inovações oriundas da era digital, possibilitando a harmonização das funções de negócio para orquestrar os resultados desejados. 

Em termos práticos, CEOs e líderes de TI que incorporam a proteção de dados para lidar com as interrupções contínuas no panorama dos negócios tornam suas organizações mais robustas e sustentáveis, contribuindo significativamente para o crescimento global do seu negócio. 

Conforme relatório do Conselho de Administração da Gartner, 69% dos diretores corporativos têm como meta acelerar estratégias e projetos digitais para enfrentar estas interrupções constantes.  

Para algumas empresas, isso representa a concretização de suas estratégias digitais pela primeira vez; para outras, sinaliza a necessidade de intensificar rapidamente os investimentos digitais direcionados à alta disponibilidade de sua arquitetura tecnológica, incluindo o uso e proteção de dados. 

As estratégias digitais constituem uma evolução natural do dia a dia organizacional. Essas estratégias permitem que as empresas busquem a segurança e a agilidade exigidas pelo mercado atual. 

Soberania de dados: resiliência organizacional com proteção de dados 

A capacidade de uma organização de resistir e se recuperar de adversidades é uma função de sua soberania de dados.  

Basicamente, a soberania de dados se refere ao conceito de que os dados estão sujeitos às leis do país em que estão localizados. Em um contexto organizacional, a soberania de dados refere-se ao direito e à capacidade de uma organização de manter e controlar o acesso e a utilização dos seus próprios dados. 

Essa soberania abrange a capacidade da organização de manter seus dados seguros, protegidos e privados, em conformidade com as regulamentações locais e internacionais, independentemente de onde os dados estão armazenados – seja em servidores locais ou em nuvens de dados localizadas em qualquer parte do mundo. 

Em uma era onde os dados são cada vez mais digitalizados e globalizados, a soberania de dados é um aspecto crucial da gestão de dados e da segurança da informação.  

As empresas que possuem soberania sobre seus dados estão mais equipadas para proteger a privacidade dos dados de seus clientes, evitar violações de dados e cumprir com regulamentações de proteção de dados, como a Lei Geral de Proteção de Dados do Brasil (LGPD) e o Regulamento Geral de Proteção de Dados da União Europeia (GDPR). 

Resiliência de Negócios por meio da Proteção de Dados 

A ‘resiliência’ refere-se à capacidade de uma organização se preparar e se adaptar às mudanças em condições adversas, se recuperando rapidamente das interrupções. Isso envolve resistir e se recuperar de ataques deliberados, acidentes, ameaças ou incidentes naturais. 

Porém, esta capacidade de superação não é um fenômeno que ocorre por si só em segurança e proteção de dados ou em qualquer outro aspecto. É necessário planejamento e gestão cuidadosa, e, por isso, a continuidade das operações deve estar na agenda de praticamente todas as empresas. 

De maneira sucinta, a recuperação do ambiente operacional abrange a gestão padronizada de todos os processos voltados para a identificação e mitigação de riscos que ameaçam uma organização.  

Tais riscos podem incluir interrupções na continuidade da Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), ataques cibernéticos, demandas do consumidor, mudanças no mercado, requisitos de conformidade regulatória e até pandemias, como evidenciado pela Covid-19. 

Para alcançar a Soberania de Dados, comece pela Gestão de Risco 

A segurança de dados, a conformidade regulatória, a continuidade e a gestão de riscos estão intrinsecamente ligadas. Elas atuam em conjunto para proteger as empresas contra interrupções.  

Porém, a gestão de riscos deve ser sempre o ponto de partida para a identificação de ameaças potenciais e, em seguida, para a criação de controles capazes de gerenciá-las. 

No entanto, a gestão de riscos não elimina completamente todas as ameaças. Ela precisa ser complementada pela gestão de continuidade, para garantir que as organizações planejem contingências, como a seleção de fornecedores alternativos de bens e serviços. 

Alcançar a integridade com base na Soberania de Dados requer um planejamento cuidadoso das operações da empresa, para garantir que sejam flexíveis o suficiente para se adaptar às mudanças do mercado, e que a continuidade do uso da tecnologia seja garantida. 

Isso inclui planejamento e gestão focados na estratégia de proteção de dados, além de uma avaliação de risco abrangente na forma de uma análise de impacto nos negócios. 

Garanta a Flexibilidade Organizacional por meio do Uso da Tecnologia e da Inovação 

 Organizações rígidas que não conseguem se adaptar com flexibilidade enfrentarão desafios em qualquer crise. Estruturas organizacionais tradicionais, comunicação ineficiente, TI subfinanciada, falta de digitalização e processos de gestão inflexíveis são obstáculos reais em tempos de grandes desafios. 

Ao contrário disso, assegure-se de que funcionários e gestores tenham capacidade de ação em qualquer situação e que a comunicação seja transparente.

Além disso, é crucial que exista uma cultura de feedback honesto, a TI esteja focada na proteção de dados, os funcionários sejam bem treinados e os processos sejam digitalizados de forma assertiva.  

Em outras palavras, prepare-se de forma abrangente para uma crise, adaptando o modelo e os processos de negócios, os investimentos e as operações de ti para serem mais resilientes na proteção de dados 

Em seguida, certifique-se de que o setor de tecnologia compreenda completamente o que mantém o ambiente de produção em funcionamento. Busque um alinhamento mais profundo das atividades e da TI. Além disso, é crucial que os investimentos se concentrem na continuidade, colaboração e autoatendimento. 

Planeje também como as operações funcionarão durante uma crise  

Identifique os riscos potenciais e planeje como enfrentá-los. Crie um plano de emergência e estabeleça uma estrutura de comando para incidentes. Assegure que todos saibam quais são seus papéis e responsabilidades em diferentes cenários de crise. 

Alguns pontos-chave a serem considerados ao criar um plano de emergência incluem: 

  • Provisão de um plano de continuidade do negócio que esteja em conformidade com as regulamentações da indústria. 
  • Criação de um mapa de processos e funções críticas que precisam ser mantidas em caso de emergência. 
  • Designação de um líder de resposta a emergências. 
  • Treinamento e preparação da equipe para lidar com emergências, incluindo a execução de exercícios práticos. 

Por fim, garanta que os colaboradores estejam treinados para lidar com situações de crise, que a comunicação seja transparente e a cultura de feedback seja forte. Também é crucial garantir um investimento adequado em TI, com foco na soberania de dados, e na digitalização dos processos. 

A Soberania de Dados como a espinha dorsal das empresas  

Em um mundo onde a soberania de dados está se tornando cada vez mais crucial, as empresas devem ter controle absoluto sobre seus dados. Assim, garantimos que manipulamos, processamos e armazenamos eles de maneira segura, em total conformidade com a legislação atual.

Em resumo, a soberania de dados empresariais e a proteção de dados são convergentes. Elas são consideradas palavras-chave que definem a resiliência de uma organização em face das tendências e riscos tecnológicos.

Adotar uma abordagem abrangente e bem planejada para a soberania e proteção de dados pode moldar a estratégia das organizações. Essa abordagem ajuda as organizações a prosperar no futuro incerto e em constante mudança do ambiente de negócios digital.

Sobre a Eval 

Com uma trajetória de liderança e inovação que remonta a 2004, a Eval não apenas acompanha as tendências tecnológicas, mas também estamos em uma busca incessante para trazer novidades oferecendo soluções e serviços que fazem a diferença na vida das pessoas.

Com valor reconhecido pelo mercado, as soluções e serviços da Eval atendem aos mais altos padrões regulatórios das organizações públicas e privadas, tais como o SBIS, ITI, PCI DSS, e a LGPD. Na prática, promovemos a segurança da informação e o compliance, o aumento da eficiência operacional das empresas, além da redução de custos.  

Inove agora, lidere sempre: conheça as soluções e serviços da Eval e leve sua empresa para o próximo nível.  

Eval, segurança é valor.  

Escrito por Arnaldo Miranda, Evaldo. Ai, revisado por Marcelo Tiziano e Designer de Caio.